A Marca Land Rover

0
829

LAND ROVER

Rústico e luxuoso. Aventura, liberdade e muito, muito barro. É assim que os consumidores enxergam a tradicional marca britânica LAND ROVER. Desde o primeiro modelo a marca passou a ser universalmente identificada como supra-sumo dos veículos de tração nas quatro rodas, inspirando o luxo e o espírito de aventura em todos os lugares do mundo. Forte, intrépido, um legítimo LAND ROVER segue para mudar a história, dominando todo tipo de terreno e continuar conquistando milhões de exigentes motoristas. 
A história 

Tudo começou no ano de 1947 quando o diretor técnico de engenharia da montadora britânica Rover, Maurice Wilks, e seu irmão, Spencer Wilks, então diretor executivo, ficaram impressionados com o bom desempenho e versatilidade do Jeep Willys em enfrentar estradas de terra ruins e muita lama. O lendário veículo havia sido um dos principais protagonistas da Segunda Guerra Mundial, participando em todos os teatros de atividade bélica do conflito, e que eles utilizavam em sua casa de campo, localizada em Anglesey. Nesta época surgia uma crescente demanda de mercado por esses veículos militares. Como um bom observador do mercado e visionário, Maurice tinha a certeza de que um pequeno utilitário agrícola com tração 4×4, que tivesse capacidade para transportar pessoas e ainda capaz de executar algumas tarefas em uma fazenda, como transportar cargas ou fornecer tração para implementos (inclusive arados), seria indubitavelmente um sucesso. O novo modelo foi idealizado na praia galesa de Red Wharf quando os engenheiros ingenuamente desenharam na areia a forma de um carro que se perpetuaria por toda a história. Foi fácil adaptar um motor Rover 1.6, desenvolver uma caixa de transferência melhor com roda livre, adaptar diversas tomadas de força e então começarem os testes. Tudo isso foi desenvolvido na propriedade da família localizada em Newborough, Anglesey. O Land-Rover (com hífen, que durou até o ano de 1978) deveria ser simples em termos de projeto, de materiais, de processos de fabricação e de reparos. Mas estruturalmente forte. O protótipo, montado no chassi de um Jeep, tinha a curiosidade de possuir o volante e o único banco na posição central.


Finalmente no dia 30 de abril de 1948, a montadora lançou no mercado o primeiro LAND ROVER SERIE I, no Salão do Automóvel de Amsterdã (Amsterdam Motor Show), ao custo de £450 e cujas primeiras vendas foram realizadas em feiras agrícolas. A produção inicial foi de apenas 3.048 unidades. O chassi de número 861010 (um protótipo) foi entregue no palácio de Buckingham no outono deste ano. Ele foi transportado para Balmoral, onde o rei o utilizou no lugar de seu cavalo. A versão final do LAND ROVER possuía três bancos e carroçaria feita de Birmabright, uma liga à base de alumínio e magnésio que tinha uma elevada resistência à corrosão, o que tornou os veículos conhecidos pela sua durabilidade mesmo nas piores condições climáticas. Com uma construção extremamente robusta e características como as reduzidas projeções dianteiras e traseiras, saiu da linha de produção pronto para enfrentar alguns dos pisos e obstáculos mais exigentes do mundo. Uma das características que marcou a LAND ROVER no seu início foi o fato de todos os modelos produzidos virem em diferentes tons de verde-claro. A escolha dessa cor foi ditada pelo excesso de tinta que sobrara da Segunda Guerra Mundial, usada na camuflagem de veículos militares.


Concebido com uma simplicidade brilhante para proporcionar capacidades extraordinárias com uma robustez e durabilidade inigualáveis, este veículo passou a ser muito utilizado nas fazendas para arar, puxar implementos agrícolas, carregar produtos e até animais, ou era usado para fins militares e até mesmo para realizar safáris. Estima-se que cerca de dois terços dos veículos produzidos nessa época ainda estejam em circulação no mundo, provavelmente nos lugares mais inóspitos e nas mãos daqueles que gostam de desbravar.


Em 1949, os primeiros veículos da marca foram exportados para os Estados Unidos e Canadá. Em meados da década de 1950, a marca LAND ROVER já se tornara sinônimo de durabilidade e excelência no segmento de veículos off-road. Afinal, ao criar um veículo que trazia ao usuário plena confiança, seja qual for o terreno, a marca incentivou uma nova geração de aventureiros e desbravadores. Após o motor Rover 1.6 litros ser substituído por um 2.0 litros (1951), para aumentar a área de carga, a distância entre eixos foi estendida para 86 polegadas, em 1953. No ano seguinte foi apresentado as versões “Station Wagon” com capacidade para 7 e 10 passageiros. Três anos depois foram lançadas as versões com motor diesel, conhecida como 107 (distância em polegadas entre os eixos). Em 1958 foi apresentado o LAND ROVER SERIE II, segundo modelo da marca, com alteração da carroceria, que ficou mais larga, da embreagem hidráulica e motor 6 cilindros como item opcional, que ganhou um desenho um pouco mais refinado, lembrando mais um carro de passeio do que um implemento agrícola. Já em 1959 a LAND ROVER atingiu a marca de 250.000 veículos produzidos. Pouco depois, em 1961, surgia o LAND ROVER SERIE IIA, que apresentava maior potência e capacidade para 12 lugares. O utilitário inglês ganhou traços mais modernos em 1969, quando passou por uma reestilização na qual os faróis saíram da grade e foram para os para-lamas, uma exigência para atender às novas regulamentações de iluminação.


Nos anos seguintes a montadora introduziu no mercado modelos revolucionários, que tentavam atingir um público mais jovem, como por exemplo, o RANGE ROVER, o veículo de luxo da marca que incorporava todas as capacidades de um LAND ROVER com o alto nível de conforto dos veículos de passageiros convencionais (pela primeira vez na história), equipado com motor V8 produzido pela americana Buick, freio a disco e tração permanente nas quatro rodas, molas helicoidais e carroceria semi-monobloco, lançado exatamente no dia 17 de junho de 1970; e o modelo SERIE III com distância entre eixos de 88 e 109 polegadas, uma caixa de velocidades totalmente sincronizada e freios mais potentes, em 1971. Pouco depois, em 1976, a LAND ROVER atingiu a marca de 1 milhão de veículos fabricados.


O sucesso dos modelos da marca no segmento “fora de estreada” culminou, em 1983, com a disputa do tradicional rali Camel Trophy exclusivamente com veículos LAND ROVER. Em 1985 os veículos da marca já eram vendidos em 120 países ao redor do mundo. Quase uma década mais tarde, em 1994, a BMW comprou o Grupo Rover da empresa Britisth Aerospace e apresentou a segunda versão do clássico modelo Range Rover. Em 2003, a empresa alemã vendeu a divisão LAND ROVER para a empresa americana Ford Motor Company por £1.8 bilhões. No ano seguinte ocorreu a primeira edição do Land Rover G4 Challenge, uma nova categoria automobilística que visava rejuvenescer a marca e substituir o tradicional rali Camel Trophy. Exatamente no dia 8 de maio de 2007 a LAND ROVER atingiu uma marca histórica: o veículo de numero 4 milhões, um modelo LR3, saiu das linhas de produção e foi doado para a Born Free Foundation, uma instituição britânica em prol da conservação e resgate de animais. Em 26 de março de 2008, a LAND ROVER foi comprada por US$ 2.3 bilhões, juntamente com a tradicional Jaguar, pela montadora indiana Tata Motors, comandada pelo ousado empresário Ratan Tata. Nos anos seguintes a tradicional marca britânica apresentou verdadeiros sucessos de vendas, como o RANGE ROVER EVOQUE, em 2011, e mais recentemente, o DISCOVERY SPORT, cuja apresentação global ocorreu em 2013 através de um test-drive na Islândia, com direito a estrada coberta por gelo, tempestade de neve, ventos laterais de até 80 km/h e um rio formado por degelo. Além disso, a marca anunciou que seu histórico modelo DEFENDER deixará de ser fabricado no final de 2015.


Hoje em dia, a cultura de inovação da marca é responsável pelo desenvolvimento de novos modelos, maior requinte, tecnologias mais inovadoras, maior eficiência e emissões mais reduzidas. E mantém-se ativa com iniciativas como a tecnologia e_Terrain (desenvolvida em 2006 e que aumenta o desempenho ambiental dos veículos através da redução das emissões de CO2), Produção Sustentável e Compensação de CO2. Com uma plataforma de mobilidade robusta e confiável, inúmeras organizações ao redor do mundo passaram a adotar os veículos LAND ROVER para o transporte de pessoas e equipamentos nas situações mais extremas em segurança absoluta. Em mais de 65 anos, a história da marca, combina coragem e aventura com o aprendizado sobre excelência em engenharia, sempre com os ouvidos atentos aos seus leais seguidores para os quais, LAND ROVER é uma lenda.


A linha do tempo 1972 

● Lançamento do Forward Control, um veículo projetado para as especificações do exército britânico que era alimentado por uma versão do motor a gasolina V8 de 3.5 litros usado no Range Rover. 

1981 ● Lançamento do RANGE ROVER com quatro portas. 

1984 ● Lançamento do RANGE ROVER VOGUE, uma versão ainda mais luxuosa do tradicional modelo. ● Lançamento do modelo LAND ROVER 90 (chassi curto), que se juntou ao LAND ROVER 110 (chassi longo), introduzido em 1983, que ganharam motor 200 Tdi, e passaram a ter o nome de DEFENDER em 1990. O modelo evoluiu gradativamente, tornando-se o carro-chefe da marca em mais de 100 países onde foi comercializado. 

1987 ● O modelo RANGE ROVER é introduzido no mercado americano. 

1989 ● Lançamento do modelo DISCOVERY com novo motor 200 Tdi, a diesel de injeção direta. A sua configuração totalmente nova apresentava muitas características próprias de design, como por exemplo, uma acentuada verticalidade, um perfil baixo e o teto desnivelado. E as inovações não se limitaram somente ao design. O novo modelo apresentou novas tecnologias avançadas, como a tração permanente nas 4 rodas e o lendário Controle de Descida de Declives (HDC) incluído de série. O modelo já vendeu mais de 1 milhão de unidades desde seu lançamento. A versão quatro portas seria lançada no ano seguinte. 

1997 ● Lançamento da segunda geração do RANGE ROVER. A nova carroçaria combinava linhas de estilo do modelo original com uma configuração mais contemporânea, enquanto as alterações mecânicas incluíam novas versões mais potentes do confiável motor V8. ● Apresentação oficial em setembro no Salão Automóvel de Frankfurt do FREELANDER, um modelo com um apelo mais jovem. O novo e aclamado modelo era um conceito novo em veículos 4×4 no mercado de lazer, tendo monobloco, suspensão independente, controle de tração nas quatro rodas e controle eletrônico de descida. Em apenas um ano as vendas do modelo mais que duplicaram, fazendo deste o 4×4 mais vendido no Reino Unido na época. 

1999 ● Apresentação oficial da segunda geração do modelo DISCOVERY.

2001 ● Anúncio de uma nova linha de modelos FREELANDER, equipada com um motor V6, um novo e bastante melhorado motor turbo diesel, uma nova transmissão automática (CommandShift), que permite ao motorista realizar as trocas de marchas de forma manual no volante em milésimos de segundo. 

2002 ● Apresentação da terceira geração do RANGE ROVER, que oferecia luxo e comodidade em exagero para nenhum nobre colocar defeito. A denominação Vogue foi adotada em 2005, quando a marca lançou o Range Rover Sport, que, como o nome sugere, tem apelo esportivo. A versão clássica, então, foi rebatizada como RANGE ROVER VOGUE. O modelo tem vaga cativa na garagem do Palácio de Buckingham como um dos carros oficiais de Sua Majestade, que o utiliza para seus deslocamentos informais.

 2004 ● Lançamento do DISCOVERY 3, um modelo arrojado que reformularia de novo a categoria de luxo dos SUV (sigla em inglês para Veículos Utilitários Esportivos). Com um design extremamente elegante e funcional aliado a uma irrepreensível tecnologia, é inegavelmente o melhor veículo “off-road” de sete lugares que o mundo já conheceu. O modelo é conhecido nos Estados Unidos como LR3. Foi o primeiro produto da LAND ROVER feito totalmente pela Ford. ● Lançamento em junho de uma ampla linha de bicicletas, composta por 25 modelos, para satisfazer diferentes estilos e tipos de utilização. Todas as bicicletas eram feitas de alumínio e custavam entre £200 e £900.

 2005 ● Apresentação do modelo RANGE ROVER SPORT, primeiro veículo da marca com ênfase para o desempenho on-road. Com um melhor sistema de suspensão rebaixada e rodas de 18 polegadas, conjugava uma dinâmica esportiva, com visual mais moderno e arrojado, e os mais elevados níveis de conforto para o motorista e os passageiros. ● Adoção do motor Jaguar AJ-V8 em substituição ao BMW M62 V8 na linha Range Rover.

 2006 ● Lançamento do FREELANDER 2, segunda geração do modelo FREELANDER e então menor veículo da marca. No mercado americano o modelo é conhecido como LR2. Apenas dois anos depois de seu lançamento, o modelo atingiu a marca de 100.000 veículos vendidos em todo o mundo. 

2009 ● Lançamento do DISCOVERY 4 (conhecido também como LR4), nova versão do tradicional modelo, sendo a perfeita combinação entre estilo, capacidade, custo e benefício. 

2011 ● Lançamento do RANGE ROVER EVOQUE, um crossover resultante do protótipo LRX. Suas linhas demonstram modernidade e robustez. Largo e aparentemente baixo, o modelo parece um misto de crossover com um hatchback médio. Os padrões de qualidade característicos da marca mantém-se, predominando o luxo e a exclusividade, em uma carroçaria mais esportiva do que o habitual. Além disso, o motor 2.0 rende 240 cavalos e a fabricante inglesa garante que o Evoque, menor veículo da marca, mantém as características off-road típicas dos modelos da marca. Recentemente a linha ganhou uma nova transmissão automática de nove marchas. 

2014 ● Lançamento do DISCOVERY SPORT, escolhido para suceder o FREELANDER 2. Com visual mais moderno que seu antecessor, o modelo mostra forte influência do Range Rover Evoque. A grade frontal e as colunas dianteiras e centrais estreitas deixam o carro com ar mais jovem. Com capacidade para sete pessoas (será a principal característica da linha), repleto de tecnologia, tem todos os dispositivos para uso off-road dos veículos da marca. Entre os itens de segurança, destacam-se o airbag para pedestres, sistema de frenagem de emergência autônoma e a carroceria de alumínio e aço de alta resistência.


Uma experiência única Estabelecida em 1990, em Solihull na Inglaterra, a LAND ROVER EXPERIENCE é atualmente a maior ferramenta de marketing da marca no mundo. Esta divisão da empresa possui 17 centros espalhados por vários países do mundo (incluindo o Brasil, localizado em Itatiba, interior de São Paulo), proporcionando aos usuários e proprietários de veículos LAND ROVER, além de convidados VIPS, uma experiência única de testar novos modelos e utilizar novas tecnologias, através de fantásticos test-drives acompanhados de instrutores capacitados. É uma incrível sensação em conduzir um legítimo LAND ROVER por obstáculos que levam os veículos ao limite com inclinações laterais de 30º, subidas e descidas de 45º, travessias em trechos alagados, transposição de pedras e dirigibilidade em areia solta. Há também uma etapa chamada de Night Drive, um passeio noturno na pista fora-de-estrada. O evento conta ainda com a venda de produtos licenciados da marca através da LAND ROVER STORE. Esses centros oferecem ainda treinamentos técnicos, eventos corporativos, além de organização de passeios e expedições.


A evolução visual 

Um dos mais icônicos logotipos do setor automobilístico passou por algumas alterações ao longo dos anos, mas sempre manteve o formato oval e a tipografia de letra (com pequenas modificações). Originalmente preto com o nome da marca em amarelo, na década de 1970 assumiu definitivamente sua tradicional cor verde. Nos anos seguintes o logotipo passou apenas por atualizações.


Os slogans 
Above & Beyond. (2013) One life, live it. (2009) Designed for the extraordinary. (2008) Go Beyond. (2004) A man’s best friend. (2003) The Land Rover Experience. (2002) Makes light workon heavy duty. Go anywhere. (1948)


Dados corporativos 

● Origem: Reino Unido ● Lançamento: 30 de abril de 1948 ● Criador: Spencer e Maurice Wilks ● Sede mundial: Whitley, Coventry, Inglaterra ● Proprietário da marca: Jaguar Land Rover Automotive PLC ● Capital aberto: Não (subsidiária da Tata Motors Limited) ● Chairman: Cyrus Pallonji Mistry ● CEO: Ralf Speth ● Faturamento: £13 bilhões (estimado) ● Lucro: Não divulgado ● Vendas globais: 385.300 veículos (2014) ● Presença global: 140 países ● Presença no Brasil: Sim ● Maiores mercados: China, Reino Unido, Estados Unidos, Itália e Rússia ● Funcionários: 27.950 ● Segmento: Automobilístico ● Principais produtos: Automóveis utilitários esportivos ● Concorrentes diretos: BMWAudiPorscheVolvoSubaruMitsubishi e Jeep ● Ícones: O logotipo oval e o modelo Defender ● Slogan: Above & Beyond. ● Website: www.landrover.com.br


A marca no mundo 

Além da fábrica no Brasil, a LAND ROVER possui unidades de montagem na Espanha, Irã e Turquia, que produzem o modelo Defender; China, Índia e nos parques principais na Inglaterra, localizados em Solihull (perto de Birmingham) e Halewood (perto de Liverpool). Com seus veículos vendidos em mais de 140 países ao redor do mundo, a LAND ROVER comercializou em 2014 mais de 385.000 unidades e alcançou faturamento de £13 bilhões. No Brasil, oitavo mercado mundial da marca e onde possui mais de 45 concessionárias espalhadas por 25 cidades, a LAND ROVER também registrou recorde histórico de vendas em 2013, com 10.952 unidades vendidas, o que colocou a empresa na liderança do segmento no país. 


Você sabia? 

● Foi na cidade inglesa de Cambridge, conhecida por seu público universitário, em 1955, que cinco estudantes tiveram uma brilhante ideia que marcou a história da LAND ROVER. Eles decidiram dirigir dois veículos da marca da Inglaterra até Singapura, no sudeste da Ásia. A expedição, que a principio foi vista como loucura, já que percorreria 29 mil km em mais ou menos seis meses, conseguiu o respeito, o apoio e o patrocínio da própria marca, que se tornou conhecida mundialmente. 

● O RANGE ROVER foi considerado “um exemplo de design na indústria” sendo o primeiro veículo do mundo a ser exposto como uma obra de arte no Museu do Louvre, em Paris. 

● Os veículos LAND ROVER conquistaram clientes importantes: em 1953 foram utilizados para a viagem mundial da rainha Elizabeth II e para a visita do Papa João Paulo II à Inglaterra em 1982. A marca possui desde 1951 o Warrant Royal, selo que atesta as fornecedoras de bens e serviços para a família real britânica. 

● A LAND ROVER era a marca mais rentável da Ford Motor Company até ser vendida em 2008, e desde seu lançamento já comercializou aproximadamente 5 milhões de automóveis. 

As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Exame e Isto é Dinheiro), jornais (Valor Econômico e Meio Mensagem), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers). 
Última atualização em 7/7/2015

Fonte: O Mundo das Marcas

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here