Abrigo presbiteriano acolhe idosas no Rio de Janeiro há 60 anos

0
466

Por Vanessa Oliveira

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – o número de idosos ultrapassou a marca de 30 milhões em 2017.1 Para o IBGE, em 2060, esse número irá aumentar: um quarto da população (25,5%) deverá ter mais de 65 anos, segundo a Projeção da População2.

Para garantir qualidade de vida a esse grupo, são necessárias iniciativas de cuidado permanente aos idosos, como faz o Abrigo Presbiteriano, que acolhe senhoras no Rio de Janeiro há 60 anos.

Fundado em 1960 por iniciativa das Juntas Diaconais das Igrejas Presbiterianas, o abrigo acomoda mulheres sem qualquer discriminação de credo, conforme prevê o estatuto da organização.

Segundo João de Almeida Fernandes Filho, atual presidente, o abrigo é uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) e “destina-se a prover moradia digna e amparo espiritual à pessoa idosa que dele necessite, em ambiente de fé cristã reformada sem discriminação de etnia, gênero, orientação sexual ou religiosa.”

O abrigo possui vinte hóspedes, número próximo a sua capacidade máxima atual. Conta com dezesseis funcionários contratados e seis diretores voluntários, entre associados eleitores e membros de igrejas presbiterianas, eleitos por biênio.

A equipe, que fica 24h à disposição para atendimentos, é supervisionada por enfermeira, nutricionista, assistente social, fisioterapeuta, psicólogo e médicos residentes em geriatria da Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ.

As hóspedes realizam diversas atividades, como jardinagem, artesanato, pintura e musicoterapia, além de participarem de devocionais semanais com seminarista, escola bíblica dominical e cultos, com celebração mensal da Santa Ceia pelo capelão do abrigo.

Como participar deste ministério?

De acordo com João Filho, além do amparo espiritual, moral e econômico que a Igreja Presbiteriana do Brasil oferece, o abrigo se sustenta por meio de doações de igrejas de outras denominações, além de contribuições voluntárias dos associados e mensalidades pagas pelas moradoras ou seus responsáveis. O desafio de 2020 é alcançar novos mantenedores fiéis, que poderão se cadastrar por meio deste link.

Para fazer parte desta obra os interessados podem, além de visitar e orar pelas moradoras, prestar serviços voluntários e efetuar doações por meio dos seguintes dados: Banco Itaú, Agência 5662, Conta Corrente 04787-6, CNPJ 34.075.101/0001-43.

Notas:
1. Número de idosos cresce 18% em 5 anos e ultrapassa 30 milhões em 2017
2. Projeção da População 2018: número de habitantes do país deve parar de crescer em 2047

Fonte: Ultimato Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here