“Aldeias cristãs na Nigéria estão sendo varridas do mapa”, diz organização

0
1640

Cristãos são cada vez mais atacados na Nigéria. (Foto representativa: Portas Abertas)

Relatórios apontam para a morte de mais de 50.000 cristãos, desde 2009.

O ataque mais recente contra os cristãos, na Nigéria, deixou 42 mortos e dezenas de casas destruídas. “Aldeias cristãs estão sendo varridas do mapa, particularmente no norte da Nigéria”, disse Greg Kelley da Missão Mundial.

Segundo ele, os relatórios mostram que os terroristas já mataram mais de 50.000 cristãos desde 2009. Entre janeiro e abril deste ano, mais de 1.000 seguidores de Cristo foram assassinados. 

Os dados são da Sociedade Internacional para Liberdades Civis e Estado de Direito (Intersociety), com sede na Nigéria.

‘Os líderes estão exaustos’

“Os líderes com quem trabalhamos na Nigéria estão exaustos”, disse Greg ao explicar que todos esperavam que nesta última eleição algum político responsabilize os criminosos, mas isso não aconteceu. 

“O presidente tem ignorado a situação de violência e perseguição nos últimos dez anos. Como resultado, as pessoas não se sentem nem um pouco seguras”, continuou. 

O presidente eleito, Bola Tinubu, sucederá o atual governante nigeriano, Muhammadu Buhari, em 29 de maio. Conforme Greg, os cristãos estão muito frustrados, pois perceberam que nada vai mudar: “Por isso, os cristãos estão implorando ao mundo para que ore por eles”. 

‘Ore pelos cristãos na Nigéria’

“O governo está tentando atender aos principais influenciadores (Fulani), que possuem uma enorme influência na comunidade empresarial e em todo o governo. A liderança política permitiu que os Fulani fizessem o que queriam sem nenhuma consequência, e essa tem sido a verdadeira frustração para os cristãos”, explicou Greg. 

De acordo com a Missão Mundial, no dia 30 de maio, a Intersociety planeja divulgar outro relatório descrevendo a “falha do governo em lidar com os ataques contra os cristãos” sob a vigilância de Buhari.

Além disso, o Relatório Internacional de Liberdade Religiosa, divulgado no início desta semana, recomenda a designação de País de Preocupação Particular para a Nigéria. O governo Biden removeu a Nigéria da lista do CPC em 2021.

Greg finaliza reforçando o pedido de orações para fortalecer e sustentar a Igreja na Nigéria. Ele compartilha que a organização distribui Bíblias em áudio entre os nigerianos: “Ore para que seus corações sejam abertos para o amor e a verdade de Deus”. 

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA MISSION NETWORK NEWS

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here