Alunas do Mackenzie se destacam na Natação e na Ginástica Rítmica

0
1186

Brasilienses, além de se destacarem em competições nacionais, são também incentivadas a utilizarem os benefícios do esporte para se aprimorar nos estudos

Representar o Brasil nas Olimpíadas é o principal objetivo das atletas Laura Von Zuben e Anna Luiza Osório. Elas têm se destacado nacionalmente nas disputas de ginástica rítmica e na natação e são exemplos de perseverança e disciplina para as colegas do Colégio Presbiteriano Mackenzie (CPM) Brasília. Ambas cursam o segundo ano do ensino médio e representam o Colégio e a cidade de Brasília nas competições nacionais, trazendo para casa diversas condecorações. 

Um fator de relevância para o bom desempenho das alunas é o incentivo aos esportes como competência fundamental do Colégio. Além da promoção da prática esportiva pelos benefícios à saúde, há também a busca pela capacitação dos alunos no todo. A estratégia pedagógica é orientar a rotina escolar para que se formem como talentosos atletas e estudantes, estejam em competições ou nas salas de aula.

Com esse objetivo, os profissionais estruturam o dia a dia dos alunos motivando a abertura da mente por meio do conteúdo, do ensino e da aprendizagem. Dessa forma, os estudantes aplicam o conhecimento dos treinamentos para desenvolver as habilidades acadêmicas.

Laura: o comprometimento exige também a renúncia

Laura tem uma longa história com os esportes. Desde criança, ela já passou pelo balé, natação e ginástica artística até chegar na rítmica. A paixão pelo esporte não veio logo de cara, mas, com o tempo, a modalidade foi conquistando um espacinho no coração dela. “Ainda no início, já fui apresentando bons resultados. As pessoas falavam ‘cara, esse esporte é pra você’ e, aos poucos, me apeguei. E assim foi, dos meus 10 anos de idade até agora”, relembrou. 

Conciliar os estudos e os treinos exigem dela a disciplina que somente o esporte pode estimular. Mesmo que a adolescência seja uma fase de novas aventuras e de conhecer o mundo, a filosofia adotada a partir do procedimento do Mackenzie, fez com que as prioridades de Laura mudassem. “Deixo de sair e evito comer qualquer coisa. Vejo meus amigos se divertindo aos fins de semana, mas esse é o tempo que tenho para descansar e revisar o conteúdo das aulas. É difícil, mas a abnegação também faz parte da dedicação para alcançar nossos sonhos”, confidenciou.

A primeira oportunidade de participar de uma competição internacional foi interrompida pela pandemia. Porém, ela não desistiu e em 2022 trouxe para casa diversas medalhas nas competições regionais: vice-campeã nas categorias time e em fita; e também o terceiro lugar no geral. No entanto, o desempenho no âmbito nacional não agradou a Laura. Apesar de conquistar o quarto lugar na etapa em conjuntos, ela expressa sua insatisfação: “Ficar fora do pódio foi triste. Estou me esforçando ainda mais para merecer o ouro desta vez”.

Laura destaca a importância do apoio do Mackenzie para a categoria, que não recebe o mesmo reconhecimento de práticas como futebol, nas quais o Brasil possui uma história considerável. “Na ginástica rítmica, vemos um crescimento significativo! Nas últimas edições dos Jogos Pan-Americanos, foi um dos destaques, com as brasileiras conquistando o ouro. Sinto orgulho! Percebo que o Colégio tem feito o mesmo por nós, o que tem sido crucial!”

Anna: o apoio escolar faz a diferença

A mackenzista Anna deu início à sua jornada nas piscinas no Colégio. Foi convidada para integrar a equipe devido à sua habilidade, demonstrada já na segunda aula de natação. Desde então, acumulou experiências e vitórias regionais, agora a nível nacional.

No Centro-Oeste, conquistou quatro medalhas de ouro e uma de bronze em cinco provas. Em Brasília, adicionou mais quatro de ouro e uma de prata. Em todas essas etapas, o CPMB esteve presente. “A abordagem do Mackenzie, que combina os benefícios do esporte com o desenvolvimento acadêmico, é crucial. O apoio que recebo é tão significativo que, mesmo após me formar, planejo persistir e superar metas. Busco estar em eventos importantes, como as Olimpíadas e os Pan-Americanos”.

A orientadora pedagógica Débora Camargo destacou que, ao promover o desenvolvimento integral, os esportistas aprimoram competências como determinação, foco, constância e superação de limites. “Há ainda a valorização das múltiplas inteligências e o respeito às diferenças e à diversidade”, afirmou.

Laura Von Zuben (esq.) e Anna Luiza Osório (dir.) exibem conquistas no esporte.

Laura Von Zuben

Anna Luiza Osório

Anna Luiza Osório

Anna Luiza Osório

Fonte: Comunicação – Marketing Mackenzie

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here