Ameaça de novos conflitos preocupa cristãos em Mianmar

0
313

Cristãos se reúnem e pedem oração para que o ataque em Mianmar não ocorra (foto representativa)

Carros com armamento e aviões estão a caminho do estado de Chin

Em Mianmar, os conflitos entre o governo militar e a oposição continuam e ameaçam a segurança dos cristãos do estado de Chin. Há relatos de que os soldados do Estado atacarão a região em março, e já é possível ver os veículos transportando armas e ouvir sons de aviões sobrevoando a região.

Ruth é uma parceira local da Portas Abertas e testemunha: “Um dos oficiais militares instruiu seus filhos a deixarem as áreas e dizer a seus entes queridos para sair também, todo o levantamento e locais já estão mapeados e preparados para os ataques. Estamos vivendo uma ansiedade constante, não sabemos o que e quando vai acontecer. Se o pior ocorrer, para onde vamos correr?”

Diversos cristãos já fugiram de Chin por causa da guerra civil, mas os que ainda permaneceram na região são alvos de ataques. Além disso, é possível que a saída pelas fronteiras seja restringida, impossibilitando que civis procurem abrigo em países vizinhos. “Por favor, ore para que os ataques sejam evitados”, pede Thomas, outro parceiro em Mianmar.

Há um ano e nove meses, a junta militar tomou o poder no país em 12º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022. Uma parte da população se revoltou com o ocorrido e agora luta contra as forças do Estado. Os cristãos, que são maioria em Chin, são atacados nessa guerra civil e têm os direitos humanos violados.

Pedidos de oração

  • Clame para que a paz de Cristo inunde Mianmar e que os confrontos sejam encerrados.
  • Interceda para que os líderes do país tenham sabedoria e compromisso com o bem-estar de toda a população.
  • Ore para que os cristãos sejam guardados e supridos em todas as necessidades. Peça que testemunhem o amor, a graça e a misericórdia nesse tempo de instabilidade.
RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorO NOSSO DEUS É ÚNICO
Próximo artigo“Nossa moeda é a fé”: Como uma igreja impediu que um templo virasse um restaurante
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here