Astro da França na Copa testemunha sua fé em Jesus: ‘Falo sempre que posso’

0
299

Olivier Giroud na Copa do Mundo 2018 na Rússia. (Foto: Anton Zaitsev/Wikimedia Commons)

O atacante da seleção francesa, Olivier Giroud, se aproximou de Deus enquanto jogava no Chelsea.

O atacante da seleção francesa, Olivier Giroud, tem sido um grande destaque na Copa do Mundo 2022 no Catar. Por trás de seu desempenho em campo, está um homem que carrega os valores de sua fé.

Giroud fez história quando se tornou o maior artilheiro de seu país na vitória da França por 3 a 1 sobre a Polônia, nas oitavas de final, em 4 de dezembro.

Ele abriu o placar com seu 52º gol pela França, marcando um a mais que Thierry Henry. Ele ampliou o recorde com outro gol na vitória da França por 2 a 1 sobre a Inglaterra, nas quartas de final.

No próximo domingo (18), a França estará na grande final da Copa às 12h (de Brasília), com a Argentina.

Ao longo de sua carreira, Giroud expressou publicamente sua fé em Cristo em diversas ocasiões. Em 2019, ele disse ao jornal francês Le Figaro que aproveita qualquer oportunidade para falar sobre sua fé.

“Eu tento falar sobre minha fé sempre que posso”, disse ele. “Sinto que tenho que usar meu perfil de mídia para falar sobre meu compromisso com Jesus Cristo e sobre os assuntos que me preocupam.”

O jogador participou também de um evento da Portas Abertas para ajudar os cristãos perseguidos. “Organizamos um evento de gala em Londres recentemente para beneficiar os cristãos que são perseguidos em todo o mundo. Foi muito bom”, contou.

Giroud disse que esse tipo de ação “é incomum no mundo do futebol, mas às vezes quando vou à igreja as pessoas me chamam para ajudar”.

Influenciado pela igreja

Em 2019, durante uma entrevista ao Daily Mail, Giroud disse que é “muito religioso” e que costuma sempre “agradecer a Deus”. 

“Fiquei muito grato por ter a oportunidade de viver o meu sonho. Cada dia para mim é um dia abençoado”, disse.

Giroud revelou também que simbolizou sua fé em uma tatuagem no braço direito, com a frase em latim ‘Dominus regit me et nihil mihi deerit’, que se traduz como: ‘O Senhor é meu pastor, nada me faltará’, do Salmo 23. 

Giroud disse que aprofundou sua fé enquanto esteve em Londres, jogando pelo Chelsea. Sua mãe costumava levá-lo à igreja quando era criança, mas ele fortaleceu sua relação com Deus ao longo da vida.

Em Londres, ele se vinculou à igreja St Barnabas em Kensington, parte de uma rede ligada à Holy Trinity Brompton, a ala renovada e evangélica da Igreja da Inglaterra. “Cresci com minha mãe me levando todos os domingos para a igreja”, disse ele. 

“Depois, continuei e agora estou vendo um líder cristão e estamos estudando a Bíblia juntos. Sinto que quero saber mais sobre a vida de Jesus Cristo. E toda vez que leio a palavra da Bíblia Sagrada, fico grato por tudo o que aconteceu comigo. E positivo. Porque tantas coisas ruins acontecem no mundo”, afirmou.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO SPORTS SPECTRUM

RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorBOLETIM SEMANAL IP SEMEAR
Próximo artigo‘Vi muitas lágrimas’: Ucrânia devastada pela guerra encontra consolo na Bíblia
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here