Casal de missionários serve na linha de frente na Guerra da Ucrânia

0
402

Gerald ministram aos soldados e levam suprimentos de emergência amadores. (Foto: AG News).

Casal de missionários serve na linha de frente na Guerra da Ucrânia

Gerald e Jane ministram aos soldados ucranianos e levam suprimentos de emergência para moradores isolados.

Quando a Guerra da Ucrânia explodiu em fevereiro de 2022, o casal de missionários americanos, Gerald e Jane Dollar, já servia ao povo ucraniano.

Sua igreja, a Assembleia de Deus, levava assistência aos mais necessitados no leste do país desde 2014, quando o conflito na região começou.

Assim como todos na nação, os missionários não imaginavam que uma guerra em grande escala estouraria. 

Em poucos dias, Gerald e Jane viram foguetes cair em seu bairro e o exército russo acampar a apenas 16 km de distância de sua casa, em Kiev. Mesmo em meio ao perigo, o casal decidiu permanecer na Ucrânia.

“Eu estava determinado a ficar com o povo ucraniano em seu momento mais difícil”, contou Gerald, à AG News.

“Eu estava com medo. Muitas manhãs eu não achava que acordaria como uma pessoa livre. Não imaginava que o exército ucraniano pudesse deter tanta blindagem russa. Eu esperava que qualquer dia a casa fosse pegar fogo, as janelas explodiriam. Eu podia ouvir tiroteios da minha janela”.

Junto com outros moradores locais, o missionário encheu sacos de areia, construiu barricadas para tanques e levou pãezinhos de canela para os soldados.

Durante duas semanas, Gerald e seus vizinhos ficaram a postos na rua, prontos para enfrentar as forças russas. Porém, o solo úmido e os rios impediram o exército russo de avançar em Kiev.

Centro de refugiados

Enquanto Gerald servia na capital Kiev, Jane foi para a Polônia com a filha, onde passou a ajudar os refugiados que fugiam pela fronteira.

“Percebemos que precisávamos de um lugar para compartilhar o Evangelho livremente com esses refugiados e ajudá-los a processar a papelada para que pudessem ir para outro país”, explicou Jane.

Então, a equipe da igreja montou uma base em um prédio comercial de três andares em Katowice, na Polônia, e abrigou cerca de 800 famílias.

“Nós os trouxemos para um lugar seguro, compartilhamos o amor de Jesus, lidamos com eles fisicamente, emocionalmente e espiritualmente e os estabilizamos. Então começamos com seus documentos e encontramos famílias anfitriãs para eles no Reino Unido”, afirmou a missionária.

Hoje, não há conflitos em Kiev, mas a guerra continua no leste do país, na região de Donetsk, onde o casal de missionários continua servindo na linha de frente.

Gerald ministra o Evangelho aos soldados ucranianos e leva suprimentos de emergência para moradores isolados, incluindo um gerador comunitário a gás, que funciona como uma fonte de energia para telefones e luzes.

Reconstruindo e curando

“Fazemos muito trabalho de construção, e nos dividimos em três ou quatro equipes de rapazes e trabalhamos nas aldeias”, afirmou o missionário.

Durante uma viagem à linha de frente, o caminhão de Gerald foi atacado pelos russos. 

“Um foguete de fragmentação se abriu sobre nós e essas bombas estavam caindo. Acho que um drone nos viu lá. Nós paramos debaixo de uma árvore para entender o que estava acontecendo, porque todos esses explosivos estavam explodindo em cima e na nossa frente”, lembrou ele.

Para o missionário, a maior baixa do conflito foi a família. “Milhões de mulheres e crianças deixaram o país enquanto milhões de homens não puderam”, observou. 

“Famílias foram despedaçadas. Filhos não viram seus pais, esposas não moram no mesmo país que seus maridos. Vai ser preciso muita cura e ministério. As oportunidades de restauração serão enormes a partir disso”.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE AG NEWS

RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorJESUS, O MÉDICO ONIPOTENTE
Próximo artigoOs Países Mais Perigosos para os Cristãos: Nigéria
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here