EVIDÊNCIAS DA FÉ DE NEEMIAS

0
1133

Três Evidências da Fé de Neemias

Neemias 2.1-20

Como disse Martinho Lutero: “A fé é uma confiança viva e ousada na graça de Deus. É tão certa e segura que um homem pode colocar sua vida em jogo mil vezes por ela”. A Palavra de Deus nos promete que “Tudo é possível ao que crê” (Mc 9:23). Jesus afirmou que a fé viva pode mover montanhas! (M t 17:20).

Neemias foi um homem temente a Deus que viveu pela fé e fez diferença em sua geração. Uma pessoa pode fazer uma grande diferença neste mundo, se tiver o conhecimento de Deus e, verdadeiramente, confiar nele. A fé é decisiva, e, portanto, podemos fazer diferença em nosso mundo para a glória de Deus.

Este capítulo descreve três evidências da fé de Neemias. Ao meditar sobre essas evidências de fé, devemos examinar nosso coração a fim de determinar se estamos, de fato, caminhando e agindo pela fé.

1.TEVE FÉ PARA ESPERAR (Ne 2:1-3)

Uma vez que o mês hebraico de nisã vai de meados de março a meados de abril em nosso calendário, isso indica que se passaram quatro meses desde que Neemias recebeu as más notícias sobre a situação de Jerusalém. Como todo cristão deveria fazer, Neemias esperou pacientemente a orientação do Senhor, pois é “pela fé e pela longanimidade” que herdamos as promessas (Hb 6:12). “Aquele que crer não foge” (Is 28:16). A verdadeira fé em Deus traz ao coração uma tranquilidade que nos impede de nos precipitar e de tentar fazer com as próprias forças aquilo que só Deus pode realizar. Devemos saber não apenas quando chorar e orar, mas também quando esperar e orar.

Três declarações das Escrituras sempre nos tranquilizam quando ficamos agitados e queremos ir à frente do Senhor: “Aquietai-vos e vede o livramento do S e n h o r ” (Ê x 14:13); “Espera […] até que saibas em que darão as coisas” (Rt 3:18) e “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus” (Sl 46 :10). Quando esperamos no Senhor em oração, não estamos perdendo nosso tempo, mas sim o investindo.

Deus está nos preparando e arranjando as circunstâncias a nosso redor para que seus propósitos sejam cumpridos. Porém, quando chegar a hora certa de agir pela fé, não devemos, de modo algum, protelar, assim como Neemias fez, agiu tempo certo.

2. TEVE FÉ PARA PEDIR (Ne 2:4-8)

“Que me pedes agora?”, perguntou-lhe o rei. Neemias estava diante de uma oportunidade incrível! Aquela pergunta envolvia todo o poder e a riqueza do reino!

Como era seu costume, Neemias fez uma de suas “orações instantâneas” ao Senhor (4:4; 5:9; 6:9, 14; 13:14, 22, 29, 31). Não se esqueça, porém, de que essa oração emergencial teve por base quatro meses de jejum e oração. Se Neemias não estivesse orando diligentemente em particular, talvez essas “orações instantâneas” não tivessem sido respondidas. Como disse George Morrison: “Ele não teve mais do que um instante para fazer essa oração. O silêncio teria sido interpretado equivocadamente. Se tivesse fechado os olhos e se demorado numa prece devota, o rei teria suspeitado imediatamente de um caso de traição”.

Neemias não apenas orou por essa oportunidade, mas também fez planos para ela, de modo que tinha uma resposta pronta. Ao longo daqueles quatro meses de espera, havia refletido cuidadosamente sobre a questão e sabia exatamente qual seria sua abordagem àquela empreitada. Sua resposta ao rei pode ser resumida em dois pedidos: “Envia-me!” (Ne 2:4-6) e “Concede-me!” (vv. 7-10).

A resposta do rei é prova da soberania de Deus sobre tudo o que diz respeito às nações. Esperamos que Deus realize sua obra por meio de um servo consagrado como Neemias, mas nos esquecemos de que Deus também opera por intermédio de incrédulos a fim de realizar sua vontade. Por exemplo Ele usou Ciro para libertar seu povo da Babilônia (Is 44:28; 45:1; Ed 1:1, 2).

3 . TEVE FÉ PARA DESAFIAR A OUTROS (Ne 2:9-18 a)

Quando Neemias chegou a Jerusalém, pode constatar que a situação era exatamente aquela que seu irmão havia relatado: os muros não passavam de escombros e as portas haviam sido queimadas (Ne 2:13; 1:3). Os líderes não devem viver numa utopia. Antes, devem encarar os fatos com honestidade e aceitar tanto as más quanto as boas notícias. Durante a noite, Neemias viu mais coisas do que os habitantes da cidade eram capazes de ver durante o dia, pois não enxergou apenas os problemas, mas também o potencial. E isso o que faz um líder!

Diante de tal situação, firmado no Senhor ele desafiou os seus irmãos a edificarem os muros da cidade, como também foi capaz de fazer frente ao inimigo e de tratar sua oposição de modo eficaz. Assim que os membros do povo de Deus dão um passo de fé para fazer sua vontade, o inimigo aparece e tenta desanimá-los. Sambalate e Tobias ficaram sabendo da empreitada (v. 10) e chamaram Gesém para se juntar a eles em sua oposição aos judeus.

Se não fosse pela dedicação e determinação resultantes de sua fé num grande Deus, Neemias jamais teria aceitado o desafio nem terminado o trabalho. Certamente não havia lido esse versículo, mas aquilo que Paulo escreveu em 1 Coríntios 15:58 foi o que motivou Neemias até o fim: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão”.

Portanto meus irmãos, não importa a dificuldade da tarefa nem a intensidade da oposição, sejamos determinados! Como Dr. V. Raymond Edmand costumava dizer: “É sempre cedo demais para desistir”. Vamos lutar e trabalhar na certeza de que Deus proverá.

Adap. Pr. Eli Vieira

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here