Ex-presidente da Igreja Luterana da Venezuela é encontrado morto

0
309

Luis Gregorio Coronado era pastor da Igreja Luterana Fuente de Vida, na Venezuela.

Rev. Luis Gregório Coronado foi pastor da Igreja Luterana Fuente de Vida na Venezuela por mais de 20 anos. (Foto: LCMS/Johanna Heidorn)
Rev. Luis Gregório Coronado foi pastor da Igreja Luterana Fuente de Vida na Venezuela por mais de 20 anos. (Foto: LCMS/Johanna Heidorn)

O Rev. Luis Gregorio Coronado, pastor da Igreja Luterana da Venezuela (Iglesia Lutherana da Venezuela, ou ILV), foi encontrado morto no início desta semana, depois de ter sido dado como desaparecido vários dias antes. A ILV é uma igreja parceira da Igreja Luterana do Sínodo do Missouri (LCMS).

Coronado, 58 anos, havia desaparecido no dia 14 de dezembro, enquanto usava o transporte público para visitar membros de sua congregação. Seu corpo foi encontrado dois dias depois, em 16 de dezembro, com os pés e as mãos amarrados (sinais de que teria sido assassinado ou até mesmo torturado antes de morrer).PUBLICIDADE

Coronado deixa para trás uma esposa e três filhos, bem como sua congregação, Iglesia Luterana Fuente de Vida (Igreja Luterana da Fonte da Vida), por ele liderada já mais de 20 anos, em Puerto Ordaz, Venezuela. Ele foi o segundo pastor mais antigo da ILV e manteve uma escola por meio de sua congregação.

“O sangue de um santo clama”, escreveu a Igreja Luterana da Venezuela, anunciando sua morte. “Seu trabalho pela igreja local e nacional foi fiel e constante… Como igreja nacional, agradecemos a Deus por seu serviço, sua amizade e seu amor”.

O reverendo Coronado foi eleito para um mandato de dois anos como presidente da Igreja Luterana da Venezuela em novembro de 2009. Ele já havia servido a ILV como vice-presidente e era pastor da Igreja Luterana Fuente de Vida em Puerto Ordaz (cidade da Guiana) há mais de duas décadas.

Ultimamente, o reverendo Coronado também estava atuando como conselheiro pastoral no sul da Venezuela.

“Luis era um pastor gentil e fiel”, disse o Rev. Ted Krey, diretor regional da LCMS para a América Latina e o Caribe. “De fato, ele era muito parecido com João Batista, sempre apontando outras pessoas para Jesus e a firme esperança do Salvador. Estamos de luto com essa notícia. Lamento por sua querida esposa e seu filho que o seguem no ministério”.

“Luis agora desfruta de nova vida em Jesus”, continuou Krey. “Nós crescemos mais fortes na nossa esperança do Advento de ver nossos entes queridos reunidos em torno de nosso vivo Senhor Jesus.”

Mais informações sobre este caso serão atualizadas em breve.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA IGREJA LUTERANA / SÍNODO DE MISSOURI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here