Família perseguida tem casa incendiada por vizinhos no Sul da Ásia

0
385

Casa em chamas. (Foto: Ilustração/Unsplash/Dawid Łabno)

A família de Diya perdeu a casa e diversos bens após uma série de ataques por causa de sua fé em Jesus.

Uma família cristã que vivia em uma aldeia hostil ao Evangelho, no Sul da Ásia, teve a casa queimada pelos vizinhos.

No dia do ocorrido, Diya* e sua família haviam retornado de uma reunião de oração e já estavam dormindo quando o fogo começou.

Eles foram acordados no meio da noite com o barulho das chamas e o cheiro de fumaça. O marido de Diya gritou por socorro, mas ninguém apareceu para ajudá-los.

A família saiu correndo de casa, ainda esfregando os olhos para tirar o sono e notaram que a motocicleta havia sumido.

De acordo com o Christian Aid Mission, ninguém apareceu para ajudá-los, pois foram esses mesmos vizinhos que incendiaram a casa.

A família viu a casa ser destruída pelo fogo. Suas roupas, móveis e todas as memórias viraram cinzas. Até mesmo as colheitas, que eram sua fonte de renda, haviam desaparecido.

Segundo o Christian Aid Mission, essa foi a terceira — e talvez a pior — perseguição que Diya e a sua família enfrentaram como cristão nesta aldeia. 

Há dois anos, sua filha foi atacada após buscar água no poço da comunidade. Meses depois, o gado da família foi solto propositalmente para destruir todas as suas colheitas.

“Esta família está sofrendo com a perseguição. Mas, eles ainda permanecem fortes em sua fé”, disse um líder local. 

Perseguição cristã

O Christian Aid Mission informou que a região onde Diya vive se tornou um foco de perseguição cristã. Quase 250 igrejas foram totalmente destruídas no ano passado, dentro e ao redor da comunidade. E se reunir aos domingos para adorar é impossível.

Em Dezembro de 2023, um pastor local foi brutalmente espancado enquanto decorava a sua casa para o Natal e outro pastor foi ameaçado para que negasse a Jesus.

“Uma grande provação caiu sobre nós. E nenhum meio de comunicação tem a coragem de falar sobre a perseguição cristã”, relatou o líder.

De acordo com a missão Portas Abertas, mais de 365 milhões de cristãos sofrem intensa perseguição e discriminação no mundo. Só na Ásia, dois em cada cinco cristãos sofrem perseguição. 

“Os ataques contra os cristãos estão se tornando perigosamente violentos, com igrejas e instituições cristãs sendo alvos, enquanto os crentes enfrentam censura digital e milhares de pessoas são deslocadas em todo o mundo”, relatou uma fonte.

Em alguns países do Sul da Ásia, milhares de pessoas foram expulsas de suas aldeias e outras foram assassinadas. 

Muitos deixaram suas famílias para garantir a segurança dos seus filhos. Mas, mesmo em meio a estes desafios, os missionários nativos se recusam a desistir de compartilhar o Evangelho. Recentemente, eles se uniram em um local secreto para ter comunhão e encorajar uns aos outros. 

“Num momento como este, uma conferência de liderança foi uma grande bênção. Estamos começando a ver claramente que fomos trazidos aqui com um propósito. Deus não desperdiça nossos sofrimentos”, concluiu o líder.

*Nome alterado por motivos de segurança

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE CHRISTIAN AID MISSION

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here