Igrejas históricas ajudam cristãos a recomeçar a vida no Iraque

0
314

Centros de Esperança apoiam a construção de um futuro com esperança

Após anos de conflitos, cristãos enfrentam o desafio de reconstruir seus lares e igrejas

Em 2014, Sana implorou para saber para onde o marido e os dois filhos seriam levados durante ataque no Iraque. Com a arma apontada para sua cabeça, o agressor mandou que ela se calasse e fosse embora. Ela foi enviada pelo Estado Islâmico para Erbil, capital da parte norte do Iraque.  

O cansaço da espera pelo reencontro com a família pesou sobre ela, além das memórias do ataque. Apesar de oito anos terem se passado, o marido e os filhos permanecem desaparecidos. Muitos cristãos viveram histórias parecidas, mas se mantêm em silêncio por causa da vergonha ou medo.  

“Nosso povo não gosta de falar sobre suas dores e o que acontece dentro deles. Não gosta de lembrar o que aconteceu no ataque do Estado Islâmico”, conclui o líder cristão Ammar. Curar as feridas da perseguição demanda tempo, por isso continuamos a ajudar os cristãos iraquianos nos Centros de Esperança

Centros de Esperança 

Algumas igrejas históricas abrigam Centros de Esperança no Iraque e em outros países do Oriente Médio. O objetivo desses locais é ajudar cristãos a lidarem com os traumas, a reconstruir a vida, casas e igrejas destruídas nos ataques.  

Ammar diz: “O Estado Islâmico destruiu mais do que os prédios, eles destruíram seres humanos”. No Iraque, não há locais adequados para cuidado da saúde mental. Nos Centros de Esperança os cristãos encontram recursos, orientações, ajuda prática e espiritual de que precisam para recomeçarem suas vidas. 

Ammar acrescenta: “Pessoas como Sana precisam de apoio completo. Ter pessoas dispostas a ouvir e a estar por perto faz toda a diferença na vida desses cristãos. Eles precisam de alguém que aponte para um futuro de esperança”.  

Fortaleça o que resta 

Igrejas históricas correm o risco de desaparecer do Oriente Médio, há uma necessidade urgente de que os irmãos ao redor do mundo as fortaleçam para que continuem a ser a presença cristã em países de maioria muçulmana. Ajude a espalhar o amor e a graça de Deus na região com uma doação

Fonte: Portas Abertas


RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorJORNAL BRASIL PRESBITERIANO – 64 ANOS
Próximo artigoComo estão os cristãos no Iraque?
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here