Justiça de SP libera exibição de peça com ‘Jesus Cristo transexual’

0
162

Pare, leia e Pense!

A peça havia sido banida em setembro de 2017, por ser desrespeitar o cristianismo, mas foi novamente liberada.

Na peça, uma atriz transexual interpreta uma "releitura" de Jesus Cristo. (Foto: Estadão)
Na peça, uma atriz transexual interpreta uma “releitura” de Jesus Cristo. (Foto: Estadão)

Após grande polêmica, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) derrubou a liminar que proibia a apresentação da peça “O evangelho segundo Jesus, rainha do céu“. A performance é um monólogo, apresentado por uma atriz transexual, que interpreta uma “releitura” de Jesus Cristo como também tendo passado por esta “transformação”.

A apresentação da peça havia sido proibida pela 1º Vara Cível de Jundiaí em setembro de 2017, após a expedição de uma liminar pelo juiz Luiz Antônio de Campos Júnior, que alegou que o espetáculo ridicularizava objetos sagrados, como a cruz, e afetava a dignidade cristã.

“De fato, não se olvide da crença religiosa em nosso Estado, que tem JESUS CRISTO como o filho de DEUS, e em se permitindo uma peça em que este HOMEM SAGRADO seja encenado como um travesti, a toda evidência, caracteriza-se ofensa a um sem número de pessoas”, destacou o juiz ao emitir a liminar.

Na mesma época grupos cristãos também protestaram contra a peça.

Nesta nova sentença do TJSP, a decisão da 5ª Câmara de Direito Privado foi unânime em liberar a apresentação, considerando que a liminar anterior “feriu de morte a atividade artística da atriz transgênero que interpreta o personagem bíblico” e configurava censura.

A peça apresentada pela atriz transexual que adotou o nome de Renata Carvalho teve seu texto original escrito também pela escritora Jo Clifford, que também é transexual.

A escritora afirma que se inspirou nas experiências pessoais com religião e “redesignação sexual” para compor seu roteiro.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CORREIO BRAZILIENSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here