Mais de 1 milhão aceita Jesus em cruzadas evangelísticas de 11 cidades na Zâmbia

0
1743

Cruzada evangelística do CfaN, na Zâmbia. (Foto: Captura de tela/YouTube CfaN Europe)

Cristo Para Todas as Nações estabelece novo marco histórico no evangelismo global.

Cristo Para Todas as Nações (CfaN) estabeleceu um novo marco histórico no evangelismo global, conforme a organização mostra em sua mais recente campanha nas 11 cidades da Zâmbia. 

Em apenas duas semanas, evangelistas treinados espalharam o Evangelho pelas ruas e escolas. “O ministério registrou mais de 2,6 milhões de atendimentos e 1.040.720 conversões documentadas”, especificou através de um release divulgado pela Christian News Wire. 

As pessoas estavam em todos os lugares: “Em cima dos muros, dos prédios e até sobre nos galhos das árvores das áreas rurais. Muitos viajaram mais de 30 horas para estarem ali, alguns foram de barco” continua o documento que também diz que as pessoas pernoitaram nos locais dos eventos.

‘Mais de 1 milhão de pessoas aceitaram a Cristo’

Evangelistas que organizaram cruzadas em 11 cidades na República da Zâmbia, na África, testemunharam que mais de 1 milhão de pessoas aceitaram a Cristo.

Em seu Instagram, Daniel Kolenda, o atual presidente da organização “Cristo Para Todas as Nações” (CfaN, da sigla em inglês), escreveu: “Por meio de Jesus continuaremos a ver uma multidão de pessoas salvas. Estamos muito agradecidos por essa colheita tão grande”. 

Ele compartilhou que foram 55 noites de cultos, curas milagrosas e uma nação inteira impactada pelo Evangelho. 

Testemunhos de milagres

“Na Cruzada da Cristo para Todas as Nações em Kasama, Zâmbia, um homem que estava numa cadeira de rodas por 13 anos foi curado e voltou a andar”, disse o evangelista. 

“O poder de Deus foi sentido por todos os presentes, desde a multidão reunida até os evangelistas, parceiros de ministério e voluntários. Todos viram esse homem caminhando no palco e deixando sua cadeira de rodas para trás”, continuou. 


Cruzada evangelística do CfaN, na Zâmbia. (Foto: Captura de tela/YouTube CfaN Europe)

Kolenda comemorou por tantas almas salvas, pelos milagres e curas e pelos corações e vidas transformadas por meio da adoração coletiva, destacando que “Deus está vivo” e atuante para redimir vidas.

“Que possamos permitir que Deus continue nos usando poderosamente para derramar Sua glória sobre a terra”, destacou o missionário. 

Entre os relatos milagrosos está o de uma jovem aleijada que deu seus primeiros passos após a oração. Um sobrevivente de derrame experimentou uma cura surpreendente. Uma mulher que não enxergava há quase 10 anos voltou a enxergar. Uma jovem de 17 anos que era surda desde a infância passou a ouvir. “Estas são apenas algumas das centenas de curas testemunhadas pelas multidões em toda a Zâmbia durante as duas semanas de reuniões”, resumiu Kolenda. 


Cruzada evangelística do CfaN, na Zâmbia. (Foto: Captura de tela/YouTube CfaN Europe)

“150 milhões de convertidos até 2030”

Cristo Para Todas as Nações foi fundado pelo evangelista de renome mundial Reinhard Bonnke, em 1975. Em 2008, Bonnke entregou as rédeas do ministério ao seu sucessor Daniel Kolenda, que passou a liderar desde então. 

Bonnke faleceu no final de 2019, mas o ministério que ele fundou ainda está ganhando força quase quatro anos depois, apesar da pandemia e de muitos outros desafios.

Na verdade, no passado, o ministério normalmente realizava 6 ou 7 campanhas por ano. Agora eles conseguiram realizar 11 campanhas em apenas duas semanas.

Além disso, nos últimos 38 meses eles conduziram 38 dessas campanhas evangelísticas em massa, trazendo o número total de conversões, documentado pelo ministério desde 1987, perto da notável marca de 90 milhões.

Esses marcos surpreendentes fazem parte de uma visão que Kolenda tem promovido para uma “Década de Colheita Dupla”, na qual o ministério visa ver 150 milhões de pessoas se converterem a Cristo até 2030.

Para alcançar essa visão, o ministério tem treinado um verdadeiro exército de evangelistas, organizadores e técnicos para multiplicar seu alcance muitas vezes. A surpreendente operação que eles acabaram de concluir na Zâmbia é uma prova de conceito e o ministério diz que ainda é apenas o começo.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA CFAN

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here