Microcrédito auxilia cristãos a sair da miséria

0
155

No Dia Internacional da Solidariedade Humana, veja como a Portas Abertas trabalha para devolver a dignidade das famílias cristãs

Basman agora tem o próprio negócio no Iraque e consegue pagar as contas a partir do projeto de microcrédito

Instituído desde 2005 pela Organização das Nações Unidas, o Dia da Solidariedade Humana é comemorado hoje, 20 de dezembro. A Bíblia enfatiza a dignidade de cada ser humano por ser conforme a imagem de Deus, logo, a solidariedade entre todos os cristãos é consequência do mandamento resumido por Cristo: “Ame o seu próximo como a si mesmo”.

A Portas Abertas acredita que cristãos ao redor do mundo reconhecem a necessidade do cumprimento desta ordem, por isso trabalha em parceria com as igrejas para restituir a dignidade de muitos filhos de Deus em países onde há perseguição. O cristianismo tem sido sinônimo de pobreza extrema em nações com alto índice de intolerância religiosa. Nesses países, os cristãos não têm empregos, são boicotados nos negócios e expulsos de casa por decidirem seguir a Jesus. E uma das maneiras de sanar esse problema é o trabalho com microcrédito. Conheça alguns projetos e veja como eles têm transformado a vida dos cristãos.

Basman é um cristão iraquiano que teve a casa destruída. Ao fugir da guerra para o Líbano, não encontrou emprego e voltou ao país natal com muita necessidade de trabalhar para pagar despesas como aluguel e alimentação da família. A partir do projeto de microcrédito tem conseguido trabalhar como DJ em festas e eventos.

Victor* é um cristão que vive na Ásia Central. Antes do encontro com Cristo em uma prisão, ele era traficante de drogas. Mas após cumprir a pena, abriu uma loja para venda de alimentos para animais. Com o microcrédito fornecido, ele conseguiu ampliar o negócio. Hoje, o local também serve para o compartilhamento do evangelho.

Na Índia, 14 famílias são beneficiadas por um negócio de aluguel de tenda e equipamentos de som para grandes celebrações, como casamentos. A renda modificou a realidade dos cristãos, pois agora conseguem pagar as mensalidades escolares dos filhos e prover as despesas básicas da família.

*Nome alterado por segurança.

Fonte:Portas Abertas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here