O que é intolerância secular?

0
679

A prisão é o destino de pastores e cristãos que se posicionam contra assuntos como aborto (foto representativa)

Entenda como esse tipo de perseguição afeta os cristãos

Intolerância secular é um dos nove tipos de perseguição classificados pela Portas Abertas. É baseada na ideia do secularismo, que é um princípio de separação entre instituições governamentais e religiosas. Envolve normas e valores sobre sexualidade, casamento e outras questões sociais sem se basear em princípios cristãos e de outras religiões. 

No geral, as ideias seculares são baseadas na filosofia grega e romana, além de ideias iluministas e pensadores modernos, que rejeitam a fé. Secularismo é um modo de vida e de pensamento sem referência a Deus ou à religião. A raiz latina saeculum referia-se a uma geração ou a uma era. “Secular” veio a significar “pertencente a esta era, mundana”. O secularismo é uma abordagem não religiosa da vida individual e social. 

A intolerância secular se apresenta quando cristãos ou instituições cristãs que se opõem à ética secular são combatidos com leis sobre não discriminação, censura de símbolos que representem o cristianismo e necessidade de registros de igrejas. 

Em quais países da Lista Mundial da Perseguição 2023 há a intolerância secular? 

Apesar de não ser o principal tipo de perseguição em nenhum país da Lista Mundial da Perseguição 2023, a intolerância secular está presente em três países da América Latina: Colômbia (22º)Cuba (27º) e México (38º).  

Como a intolerância secular afeta os cristãos?  

A intolerância secular afeta os cristãos de diversas formas, como críticas e perseguições às pessoas que se posicionam publicamente a partir de valores cristãos em assuntos da sociedade, como legalização de drogas e aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo, educação religiosa nas escolas, entre outros. 
  

Em setembro de 2022, na Colômbia, um grupo de mulheres tentou incendiar a porta da Catedral Primada de Bogotá durante o Dia de Ação Global por um Aborto Legal e Seguro. No mesmo período, cristãos que formavam uma barreira para proteger a Basílica do Santíssimo Sacramento em Guadalajara foram agredidos e insultados enquanto oravam, e as paredes da igreja foram pichadas.  

De acordo com a lei que regula as organizações religiosas no México, pessoas que trabalham nas igrejas não podem expressar publicamente as opiniões políticas e nem ocupar cargos públicos, e o governo tem autorização de interferir nos assuntos internos das igrejas e organizações cristãs.  

Em Cuba, frequentar uma igreja não autorizada pelo governo é crime com punição de multa e até prisão. Líderes não podem pregar valores cristãos que sejam contrários às ações do governo, pois são perseguidos e detidos.  

O pastor Lorenzo Rosales Fajardo da Igreja Independente de Monte Sião foi preso em agosto de 2021 por participar de um protesto pacífico em julho do mesmo ano. Ele foi sentenciado a oito anos de prisão por desrespeito, desordem pública, incitação e agressão. Apesar de a pena cair para sete anos de detenção, o apelo do líder cristão foi rejeitado. A esposa do pastor também foi ameaçada de prisão se continuar a falar publicamente sobre o caso.

Fonte: Portas Abertas – https://portasabertas.org.br/artigos/o-que-e-intolerancia-secular

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here