O trabalho é uma maldição ou uma bênção? John Piper responde

0
1014

Pastor John Piper em uma de suas ministrações. (Foto: Reprodução/Flickr/lausannemovement)

Observando o livro de Gênesis e a criação, o teólogo explicou que o trabalho foi um presente de Deus.

O teólogo John Piper falou recentemente acerca do trabalho e levantou um questionamento: “O trabalho deve ser uma punição para a humanidade ou uma bênção para glorificar a Deus?”.

Em um episódio de seu podcast “Ask Pastor John”, publicado na última segunda-feira (4), ele respondeu a questão quando um ouvinte identificado como Travis perguntou: “Você pode me dizer se nosso trabalho hoje é uma bênção ou uma maldição?”.

“Muito do nosso trabalho parece ser amaldiçoado, baseado em Gênesis 3. Mas muito do nosso trabalho também parece ser uma bênção dada por Deus, de acordo com Eclesiastes. De acordo com a Bíblia, meu trabalho é uma bênção, ou é uma maldição?” Travis acrescentou.

O teólogo respondeu observando que no livro de Gênesis 2, Deus identifica a criação do mundo como “trabalho”, e explicou: “O trabalho não era uma maldição para Deus”; Ele não está sobrecarregado; não está frustrado; e não é coagido a fazer o que não deseja fazer”.

O trabalho no Éden

Segundo o Christian Post, John contou que o trabalho foi um presente que Deus projetou antes da queda do pecado no Jardim do Éden. 

“A essência do trabalho, como Deus o projetou antes da queda no pecado, era a criatividade: criativo, emocionante e satisfatório”, disse ele.

“O homem floresceria no trabalho do jardim; o jardim floresceria ao ser trabalhado. Seria lindamente satisfatório — não frustrante, não oneroso, não fútil”, continuou John.

Embora o trabalho não seja uma maldição, o teólogo afirmou que a futilidade, a frustração, o peso e a dor são.

Ele citou Gênesis 3:17-19, que descreve uma punição pelo pecado de que o trabalho de cuidar do campo se tornaria “fútil, oneroso, frustrante”.

“Desde o início, fomos feitos para trabalhar moldando, criando, subjugando o mundo de acordo com a sabedoria, bondade e beleza de Deus. Isso não foi e não é uma maldição, é uma bênção”.

Concordando com a Palavra de Deus

Jerry Newcombe, ministro e autor, escreveu um artigo de opinião sobre a questão do trabalho e também rejeitou a ideia de que o trabalho em si era uma “maldição”, dizendo: “Todo trabalho é bom se feito a Deus”.

“Somos projetados para trabalhar e o trabalho dá significado e propósito à vida cotidiana”, explicou ele.

Jerry, assim como John, afirmou que o trabalho foi criado antes da queda do homem. 

“O trabalho em si não é uma maldição. Porém, tudo, incluindo o trabalho, está sob uma maldição”, concluiu o autor.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POST

RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorA MENSAGEM DA PÁSCOA
Próximo artigoIgreja Presbiteriana do Catonho inaugura Monumento em Memória de Né Vilela
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here