Organizações cristãs se mobilizam para socorrer Somália na pior seca em uma década

0
103

Em uma das ações humanitárias, a World Concern obtém a água a muitos quilômetros de onde as pessoas vivem e a armazena em tanques para que possam usá-la.

Somalis sofrem com seca que assola país. (Foto: Reprodução / MNN)
Somalis sofrem com seca que assola país. (Foto: Reprodução / MNN)

Somália está passando por sua pior seca em uma década, informa a Mission Network News, com muitas pessoas precisando deixar suas casas apenas para encontrar comida e água.

A organização de ajuda Save the Children diz que a maioria das famílias fica sem refeições regulares no país da África Oriental. Em apenas dois meses no final de 2021, mais de 700.000 camelos, ovelhas, cabras e gado morreram.

Em resposta à grave crise humanitária no país, a World Concern lançou uma campanha para ajudar os somalis. “Estamos fornecendo água potável para eles beberem e usarem em casa”, informa o diretor de operações Peter Macharia.

A World Concern obtém a água a muitos quilômetros de onde as pessoas vivem e a armazena em tanques para que as pessoas possam usá-la.

Macharia explica como funciona o programa de alimentação. “Nós lhes damos vales-alimentação, para que as pessoas peguem comida no comércio local. E nós pagamos essas empresas. Estamos estocando seu gado dando-lhes cabras, ovelhas e pequenos animais. Porque esses são os principais pilares econômicos para a comunidade local.”

“Estamos fazendo essas coisas para garantir que não se trata apenas de atender às necessidades agora. Também estamos atendendo às necessidades das pessoas nos próximos dias”, explicou.

Macharia diz que as secas se tornaram cada vez mais frequentes na Somália. A Covid-19 e os combates frequentes no país pioram a situação. “Essas três coisas: mudança climática, conflito e Covid-19 tiveram um impacto muito devastador em sua capacidade de obter renda ou produzir sua própria comida”.

A World Concern trabalha com cristãos locais para evitar a violência extremista, muitas vezes desenfreada na Somália.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO MNN ONLINEATUALIZADO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here