Os cristãos mais comprometidos estão na América Latina e África, diz pesquisa

0
111

Uma pesquisa da Pew Research Center mostra que cristãos da América Latina e África tendem a orar mais e frequentar mais cultos.

Pessoas orando durante culto evangélico em Bogotá, na Colômbia. (Foto: AP Photo/Fernando Vergara)
Pessoas orando durante culto evangélico em Bogotá, na Colômbia. (Foto: AP Photo/Fernando Vergara)

O cristianismo é a maior religião do mundo, mas nem todos os cristãos têm o mesmo nível de comprometimento com sua fé. Segundo um estudo da Pew Research Center, os cristãos da América Latina e África tendem a orar mais, frequentar mais cultos e ver a religião com mais importância.

O estudo analisou 84 países com um número razoável de cristãos. Em 35 desses países, pelo menos dois terços dos cristãos dizem que a religião é muito importante em suas vidas. Com exceção dos Estados Unidos, Malásia e Filipinas, todos os cristãos desses países estão na África e América Latina.

O índice é ainda mais alto na África: mais de 75% dos países pesquisados ​​dizem que a religião é muito importante para eles. No outro extremo, a importância religiosa é mais baixa entre os cristãos da Europa.

Na América Latina, os países onde cristãos enxergam a religião com maior importância são Honduras (94%), Colômbia (80%), Equador (80%), Brasil (77%), Peru (74%), Bolívia (73%), México (48%), Chile (48%) e Argentina (48%).

Segundo o estudo, o cristianismo está se enfraquecendo nos países mais ricos e migrando para países menos desenvolvidos. Esse fenômeno é mais evidente na África, onde as altas taxas de fertilidade têm impacto sobre a religião.

Os Estados Unidos continuam sendo uma exceção entre os países ricos em termos de comprometimento religioso. Cerca de 68% dos cristãos norte-americanos dizem que a religião é muito importante em suas vidas, em comparação com países como Alemanha (12%) e Reino Unido (11%).

Among Christians, religion most important in sub-Saharan Africa, Latin America, and the United States

Oração e frequência

Os cristãos na África e América Latina também tendem a orar e ir à igreja mais do que o resto do mundo. Pelo menos quatro em cada cinco cristãos na Nigéria, Libéria, Senegal, Camarões e Chade oram todos os dias. Entre os latino-americanos, a frequência da oração é alta em países como Guatemala, Honduras e Paraguai.

Em todos os países africanos, mais de 60% dos cristãos frequentam a igreja pelo menos uma vez por semana. Na América Latina, mais 40% dos cristãos também relatam comparecimento semanal.

A frequência de oração é menor entre os cristãos na Áustria, Alemanha, Suíça, Reino Unido e Malásia, onde menos de 10% dos oram diariamente. Da mesma forma, menos de 10% dos cristãos vão à igreja semanalmente em nove países europeus.

Os EUA são novamente um caso discrepante quando se trata de frequência de oração. Quase sete em cada dez cristãos dos EUA (68%) oram diariamente, enquanto 47% frequentam a igreja pelo menos uma vez por semana.

Fonte:Guiame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here