Pastores estão no limite do ministério em Mianmar

0
271

Por causa da violência, mais de 500 mil pessoas vivem como deslocados internos 

A pressão é tão grande que muitos líderes cogitam desistir

Min Naing*, uma parceira local, disse que “temos apoiado os amigos de nossos pastores com orações e encorajamento. Ajudamos a levar comida e ajuda emergencial para os cristãos deslocados internos. Muitos deslocados internos ficam emocionalmente perturbados quando veem suas casas destruídas, as igrejas reduzidas a cinzas e ao experimentar diariamente situações de quase morte”. 

“Alguns cristãos questionam a própria fé e perguntam a Deus porque ele trouxe tamanho sofrimento sobre eles. Pastores que têm cuidado desses cristãos estão traumatizados e impactados a ponto de quase desistir”, ela conta. 

Ajuda para reencontrar forças 

Min Naing e Min Tun carregam em seus corações o peso da necessidade de fortalecer os pastores e os cristãos locais, por isso, começaram a organizar treinamentos de aconselhamento pós-trauma com os líderes cristãos deslocados internos. Muitos pastores e líderes de igrejas participaram.  

Pastor Aung*, um dos participantes do treinamento, disse: “Saya Min Tun (professor Min Tun), obrigado por vir aqui e nos ouvir. Nós, pastores, temos muita dificuldade de nos reunirmos dessa forma, muitas vezes até para buscar a Deus [momentos devocionais], é difícil ter tempo suficiente. O encontro nos ajudou e as lições são de grande ajuda para os nossos membros que estão traumatizados também. Nós quase desistimos, obrigados por nos ajudar a reencontrar forças”.   

Muitas mulheres cristãs cuidam sozinhas da família e precisam levar os filhos aos treinamentos 

Min Naing ajuda pastores locais e líderes traumatizados nos treinamentos organizados, para que esses cristãos possam levar os conhecimentos para suas igrejas e cuidar deles. Há até mesmo crianças traumatizadas que precisam de cura para suas feridas nas igrejas.  

Por meio dos nossos parceiros locais, a Portas Abertas fortalece a Igreja Perseguida em Mianmar. Nós entregamos literatura cristã, oferecemos discipulado, treinamentos de liderança, ajuda emergencial, aconselhamento para casais, instrução cristã de jovens e crianças, além do ministério de presença, ou seja, as visitas aos vilarejos para orar e acolher os cristãos perseguidos.  

Uma das cristãs que participou do treinamento precisou levar o filho, pois ela cuida sozinha da criança. Muitas mulheres cristãs deslocadas internas vivem a realidade de cuidarem sozinhas de suas famílias. Os discipulados têm ajudado cada uma delas a aprender sobre a Bíblia, a encontrar a esperança em Cristo, incluindo a possibilidade de que um dia elas possam voltar para suas casas e para uma rotina mais leve.  

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Portas Abertas

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here