Pela 1ª vez em anos, número de escolas cristãs cresce na Europa

0
225

Constatação foi feito em conferência com líderes de escolas cristãs de 13 estados membros da União Europeia. (Foto: Unsplash/Element5)

Devido à alta demanda, países como Suécia, Reino Unido, Espanha e Bélgica começam a ampliar oferta de ensino cristão.

O número de escolas cristãs está em ascensão em diversos países europeus pela primeira vez em muitos anos. Esta constatação foi feita durante as Deliberações de Bruxelas, uma conferência na qual líderes de escolas cristãs de 13 estados membros da União Europeia se reuniram.

A conferência teve início com um levantamento das experiências em diversos países: “Durante os últimos dez anos em que as Deliberações de Bruxelas foram organizadas, não houve notícias sobre a fundação de novas escolas cristãs”, afirma Pieter Moens, presidente da Associação para a Educação Reformada (VGS) na Holanda.

“No entanto, este ano, há planos para estabelecer novas escolas na Suécia, no Reino Unido e na Espanha.”

“A notícia é animadora, especialmente na Suécia, onde o clima político é hostil às escolas religiosas”, disse um dos participantes durante a reunião.

“O governo não permite elementos confessionais no currículo. Se uma escola deseja realizar uma reunião de adoração cristã, é proibido obrigar os alunos a comparecer. Em vez disso, ela deve oferecer uma alternativa para aqueles que preferem não se envolver em elementos religiosos.”

Espanha

Apesar da “secularização agressiva” no país, há uma demanda por educação cristã na Suécia. Recentemente, duas possíveis escolas enviaram um pedido de aprovação para se tornarem instituições educacionais.

Além disso, na Espanha, o número de escolas cristãs também está aumentando. Nos próximos anos, estão previstas a abertura de duas a três novas escolas. Os cristãos na Espanha afirmam sentir a ajuda de Deus em seus esforços, conforme relatado nas Deliberações de Bruxelas.

“Em novembro, conhecemos algumas freiras de um grande convento. Elas vieram até nós e nos disseram que tinham um prédio grande e vazio. Perguntaram-nos se poderíamos estabelecer uma escola ali.”

No entanto, isto é apenas o começo, garante um participante espanhol nas Considerações de Bruxelas. “Nossa visão é iniciar 20 novas escolas cristãs.”

As escolas cristãs em outros países também estão buscando expandir suas instalações, enquanto veem um aumento na demanda de estudantes interessados em se inscrever em seus programas.

Suíça e Albânia

Na Suíça, o número de escolas cristãs não tem aumentado nos últimos anos. Atualmente, existem cerca de 20 escolas evangélicas no país.

As circunstâncias nem sempre são favoráveis para essas instituições educacionais, uma vez que enfrentam dificuldades para encontrar recursos financeiros suficientes, professores e instalações adequadas. No entanto, pela primeira vez em anos, a Initiative für Christliche Bildung (Iniciativa para a Educação Cristã) recebeu dois grupos interessados em abrir novas escolas. “Depois de anos de silêncio, cada vez mais pessoas estão buscando educação cristã.”

Na Albânia, a educação cristã é relativamente recente. No entanto, o único grupo escolar cristão no país teve que recusar a admissão de 80 alunos no ano passado devido à falta de capacidade dos institutos educacionais para acomodá-los.

Os cristãos na Albânia sentem que Deus está trabalhando no país e, portanto, acreditam que é hora de expandir o sistema escolar. Mas na prática, isso representa um desafio, acreditam. Como o governo albanês não oferece nenhum apoio financeiro, embora as escolas cristãs possam organizar atividades sem restrições, elas enfrentam dificuldades financeiras.

“Temos o terreno, a estrutura e o plano para abrir uma nova escola, mas nos falta o financiamento necessário.”

Bélgica e Áustria

“Na Bélgica há estudantes em número mais do que suficiente para preencher as escolas cristãs do país”, afirma um participante belga nas Deliberações de Bruxelas.

“No entanto, as escolas enfrentam dificuldades para encontrar ‘professores cristãos suficientes que compartilhem a visão da escola.”

A Áustria enfrenta desafios semelhantes. As escolas estão prosperando e, a cada ano, mais alunos tentam se inscrever do que a capacidade da escola permite. O principal problema das escolas cristãs no país está em encontrar professores cristãos em número suficiente. Como resultado, algumas escolas tiveram que contratar professores não cristãos, o que ocasionalmente gera dificuldades.

Agenda progressista

De acordo com vários participantes, esse desenvolvimento surge em reação ao contexto político em toda a Europa, que está pressionando as escolas públicas a incluírem de forma mais liberal a educação sobre gênero e sexualidade em seus currículos.

Pais preocupados estão começando a buscar escolas que não incorporem esse conteúdo LGBT em suas abordagens educacionais.

Em alguns países, a educação cristã não é oferecida exclusivamente por escolas cristãs estabelecidas. No entanto, isso não significa que os estudantes não recebam qualquer educação cristã, como enfatizado por alguns participantes nas Deliberações de Bruxelas.

Por isso, algumas organizações europeias, como na República Checa, concentram-se em capacitar professores cristãos nas escolas públicas. “Parte do ministério é incentivar os educadores cristãos nas escolas seculares a fazer brilhar a luz de Jesus em momentos como este.”

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN NETWORK EUROPE

RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorA MÃO INVISÍVEL DA PROVIDÊNCIA
Próximo artigoMais cristãos são condenados à prisão no Irã
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here