Reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie é o novo presidente da Capes

0
14714

Benedito Guimarães Aguiar Neto foi nomeado nesta sexta-feira para o comando do órgão de fomento à educação superior, que governo quer fundir com o CNPq

Benedito Guimarães Aguiar Neto, então presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), durante encontro com Jair Bolsonaro, em março passado; ele foi nomeado hoje presidente da Capes Foto: Marcos Corrêa/PR
Benedito Guimarães Aguiar Neto, então presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), durante encontro com Jair Bolsonaro, em março passado; ele foi nomeado hoje presidente da Capes Foto: Marcos Corrêa/PR

RIO — O reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Benedito Guimarães Aguiar Neto, foi nomeado nesta sexta-feira presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O nome de Aguiar Neto estava sendo cogitado desde dezembro, quando Anderson Ribeiro Correia deixou o posto para assumir a reitoria do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA). A exoneração do ex-presidente e a nomeação do novo foram publicadas no Diário Oficial da União desta sexta.

Aguiar Neto tem graduação e mestrado em engenharia elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), onde também foi diretor do Centro de Ciências e Tecnologia, de 1997 a 2005.

Fez doutorado na Alemanha, na Universidade Técnica de Berlim, e pós-doutorado na Universidade de Washington (EUA), como bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

É reitor da paulistana Mackenzie desde 2011 e também ocupou, entre 2016 e 2019, o posto de presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub).

Nesta função, foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro em março do ano passado, quando apresentou propostas do conselho “para a superações dos recorrentes problemas da educação brasileira”.

Durante a crise causada pelo contingênciamento das verbas da educação, que levou a cortes de bolsas de pós-graduação da Capes e do CNPq, Bolsonaro citou a Mackenzie como exemplo de universidade que faz pesquisa no Brasil, em detrimento das públicas.

— Entre as 250 melhores universidades do mundo não tem nenhuma brasileira e vocês vão me falar que estamos prejudicando pesquisa? Pesquisa até temos, na Mackenzie, no IME, ITA, em algumas poucas universidades. Não temos nada no Brasil.

“Com um projeto pedagógico institucional avançado, a UPM é reconhecida pela excelência no ensino na pesquisa e na extensão universitária.” Prof. Dr. Ing. Benedito Guimarães Aguiar Neto

Graduado em Engenharia Elétrica (1977) e Mestre em Engenharia Elétrica (1982) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Doutor em Engenharia Elétrica pela Technische Universität Berlin, Alemanha (1987) e pós-doutor pela University of Washington, EUA (2008). Em janeiro de 2013 foi agraciado com o título de Doutor Honoris Causa pelo Gordon College, USA.

Foi Professor Titular do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande, no qual atuou como Professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, nas áreas de Telecomunicações e Processamento de Sinais.

Foi Coordenador do Curso de Engenharia Elétrica da UFPB de 1989 a 1993 e Diretor do Centro de Ciências e Tecnologia da UFPB e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) de 1997 a 2005. Foi Editor da Revista de Ensino de Engenharia da ABENGE, de 1999 a 2004 e Presidente do Conselho Diretor da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, de 2003 a 2005. Foi membro do Conselho Deliberativo do Instituto Presbiteriano Mackenzie e do Conselho Universitário da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Foi Vice-Presidente do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras, Diretor Acadêmico da Associação Brasileira de Educação em Engenharia, membro da Comissão Assessora do Enade (engenharias-grupo II) e membro da Comissão de Especialistas de Engenharia MEC/Confea. 

Em junho de 2013 foi agraciado pela UFPB com o título de Professor Emérito. Ainda em 2013 foi agraciado pela Câmara Municipal de Campina Grande, Estado da Paraíba, com o título de Cidadão Campinense. No mesmo ano recebeu o título de Cidadão Paraibano outorgado pela Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba.

É Avaliador Institucional do INEP, membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta desde março de 2011. Atualmente é Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB), exerce a Vice-Presidência para a Educação Superior da Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas (ABIEE) e, a partir de 2018, assumiu a Vice-Presidência Regional do Brasil da Organização Universitária Interamericana (OUI).

Desde 2011 é Reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Fonte: O Globo/Mackenzie

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here