UM LUGAR DE ENCONTRO COM DEUS

0
661

Êxodo 33.7-11

 O tema anual da nossa igreja esse ano é: A Presença de Deus, nossa maior necessidade. Precisamos buscar a presença de Deus, e não as bençãos que ele que devemos buscar. Precisamos buscar o Abençoador e permanecer na Sua presença todos os dias do nosso viver. A presença de Deus é a maior necessidade do crente, a maior necessidade da igreja hoje.

Fomos criados por Deus, por isso somos dependentes de Deus e só Ele é a nossa fonte de vida. Nunca viveremos uma vida abençoada e frutífera fora da presença de Deus. Por isso, a decisão mais estratégica que você e eu podemos tomar nesse início de ano é buscar a presença de Deus.

Devemos frequentar os cultos, estudar a Bíblia, participar dos nossos Pequenos, isso tudo é fantástico e muito edificante. Mas há algo que devemos fazer se quisermos, de fato, mergulhar na presença do Senhor: investir no chamado “Tempo a sós com Deus” diariamente. A Bíblia fala em muitos textos sobre a importância de se estar sozinho com Deus, de se ter um encontro particular com Ele. E é sobre isso que eu quero meditar com você de hoje com base em Êxodo 33.7-11.

Moisés costumava montar ou armar uma tenda fora do acampamento, a certa distância; ele a chamava de Tenda do Encontro. Quem quisesse consultar o Senhor ia à tenda do encontro, fora do acampamento. Sempre que Moisés ia até lá, todo o povo se levantava e ficava em pé, cada um à entrada da sua própria tenda, observando o até que ele entrasse na tenda. Assim que Moisés entrava, a coluna de nuvem descia e ficava à entrada da tenda, enquanto o Senhor falava com Moisés. Quando o povo via a coluna de nuvem parada à entrada da tenda, todos se levantavam e adoravam, cada um à entrada da sua própria tenda. O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com um amigo. Depois, Moisés voltava ao acampamento, mas Josué, filho de Num, que lhe servia como auxiliar, não se afastava da tenda, ele estava sempre presente.

O presente texto fala de um costume que Moisés tinha. Além da tenda em que habitava, ele costumava montar outra, a qual chamava tenda do encontro (v.7). Esse era um espaço destinado a queles que queriam estar com Deus e ouvir a sua voz (v.7). Era algo comparável a um tempo a sós com o Senhor. Sendo assim, as características daquela tenda podem ser aplicadas hoje, orientando-nos e incentivando-nos a ter um “tempo a sós com Deus”.

Três são as características da Tenda do Encontro, segundo o texto bíblico.

1. ERA UM LUGAR FORA DO ACAMPAMENTO

Moisés costumava montar a tenda do lado de fora do acampamento (v.7).

Desde a libertação e saída do Egito, o povo de Israel vivia como nômade no deserto, habitando em tendas que, reunidas, formavam um grande acampamento. Dentro do acampamento, as pessoas viviam suas rotinas diárias. Trabalhavam, educavam seus filhos, conversavam com os amigos, etc. Fora do acampamento, havia um espaço para quem quisesse consultar o Senhor. Aquela tenda, então, era algo separado dos compromissos e experiências do dia-a-dia do povo. A pessoa tinha que sair do acampamento para chegar até lá.

Semelhantemente, nós, hoje, devemos separar um tempo para estar com Deus. Em meio aos muitos afazeres de agendas superlotadas, é impossível conseguiremos um tempo para estar satisfatoriamente com Deus. Então, temos que fazer o mesmo que Moisés fazia: sair de nossa correria e separarmos um lugar para termos um tempo a sós com Deus, à parte dos compromissos diários. Isso é algo imprescindível para uma boa qualidade de vida espiritual. É a escolha mais estratégica que podemos fazer para termos um Ano Novo abençoado e próspero.

Observe que o próprio Jesus reservava um período do dia para estar com o Pai (veja isso é Mateus 14.22,23 e Lucas 6.12). Ali, longe das multidões e dos discípulos, ele tinha um tempo de encontro com Deus.

Pergunta: Você separa em sua agenda diária um tempo para estar com Deus? Como tem sido a sua experiência? Você costuma separar um tempo e um lugar para estar mergulhado na presença do Senhor?

 2. ERA UM LUGAR ENVOLVIDO POR GRANDES EXPECTATIVAS

 Sempre que Moisés ia até lá, todo o povo se levantava e ficava em pé à entrada de suas tendas, observando-o, até que ele entrasse na tenda (v.8).

Aquela era uma tenda envolvida por grandes expectativas. Sempre que Moisés se dirigia para lá, o povo ficava observando-o da entrada de suas tendas até que ele chegasse e entrasse.

A Bíblia diz em Hebreus 11.6: “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa (abençoa) aqueles que o buscam”.

Aquele que vai ao encontro de Deus deve crer que aquele momento será real (ou seja, Deus existe e estará ali presente) e que não sairá de mãos vazias (ou seja, algo significativo acontecerá).

Conforme esse versículo e à semelhança de Moisés e do povo de Israel, devemos nos aproximar de Deus com o coração cheio de fé e expectativas. Os Salmos exaltam a grandeza e o poder de Deus (veja os Salmos 47.2; 86.10; 147.5). Jesus declarou que para Ele tudo é possível (Mateus 19.26; Marcos 10.27).

O nosso Deus é Todo-poderoso! Não podemos entrar em Sua presença desanimados e incrédulos. Isso, talvez, seja o principal motivo de não termos um momento a sós com Ele. Temos um coração vazio de fé e expectativas. Se isso não fosse a realidade, buscaríamos ao Senhor no particular com mais frequência e intensidade. Não deve ser assim. É necessário nos aproximarmos de Deus com fé e expectativa!

1. Fé e expectativas compõem o traje com o qual devemos nos encontrar com Deus. Como você tem se aproximado d’Ele?

 2. Será que a falta de fé e expectativas não é o principal motivo pelo qual você não tem um constante tempo a sós com Deus?

3. ERA UM LUGAR ONDE A PRESENÇA DE DEUS SE MANIFESTAVA

Assim que Moisés entrava, a coluna de nuvem descia e ficava à entrada da tenda enquanto o Senhor falava com Moisés. Quando o povo via a coluna de nuvem parada à entrada da tenda, todos prestavam adoração em pé, cada qual na entrada de sua própria tenda. O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com seu amigo. Depois Moisés voltava ao acampamento; mas Josué, seu auxiliar, não se afastava da tenda. (versos 9-11).

Na Tenda do Encontro, o Senhor estava presente e se manifestava a Moisés. Há uma diferença entre a onipresença de Deus e Sua presença manifesta. A onipresença se refere ao fato de Deus estar presente em todos os lugares (veja Salmos 139.7-10). Entretanto, Deus não está igualmente presente em todos os lugares. Há algumas ocasiões em que Ele se manifesta.

Era o que acontecia na Tenda do Encontro. Quando Moisés adentrava a tenda, a coluna de nuvem que acompanhava o povo de Israel no deserto durante o dia descia e se colocava na entrada da tenda. Algo impressionante acontecia nessa oportunidade: “O Senhor falava com Moisés face a face, como quem fala com um amigo” (v.11).

Deus se manifestava intimamente a Moisés e falava com Ele. Como dois amigos, eles conversavam. O encontro era tão intenso que, ao sair da presença manifesta de Deus, Moisés tinha que cobrir o seu rosto com um véu devido à glória que dele resplandecia (cf. Êxodo 34.30-35).

É isso o que está esperando por nós também hoje se separarmos um tempo para estarmos com Deus e nos aproximarmos dele com fé e expectativas. O Senhor quer se manifestar a nós. Ele deseja compartilhar conosco o que está em seu coração. Ele anseia por uma conversa íntima com seus filhos. A presença manifesta de Deus é algo real e que podemos experimentar. O Senhor não é como os ídolos, que “têm boca e não falam; têm olhos e não veem; têm ouvidos e não ouvem…” (cf. Salmos 115. 5-7). Nosso Deus é um Deus vivo! Ele fala, vê e ouve! Ele é uma pessoa com quem podemos nos relacionar.

Pergunta: Você já tem experimentado da presença manifesta de Deus em sua vida? Pode nos contar uma dessas experiencias mais marcantes?

CONCLUSÃO

Assim como Moisés, podemos e devemos construir em nossas vidas uma Tenda de Encontro com Deus. Um lugar onde nos encontraremos com Ele e ouviremos Sua voz. Um lugar que deve estar separado da rotina diária. Um lugar para o qual devemos ir com o coração cheio de fé e expectativas. Um lugar onde Deus se manifestará a nós. Então, mãos à obra!

DESAFIOS 1. Separe pelo menos trinta minutos do seu dia para se encontrar com Deus. Pode ser logo de manhã, após acordar; após o almoço; antes de dormir, etc. Escolha um horário que se encaixe bem com a sua rotina. Escolha um lugar fechado, separado da correria e das distrações. 2. Ao se aproximar de Deus, faça-o com fé e expectativas. Traga à memória textos bíblicos e fatos que te lembrem o quanto Ele é grande e poderoso; 3. Abra o seu coração para a manifestação de Deus e esteja atento à sua voz. Ele se manifesta de diversas maneiras (cf. 1Rs 19.11-13).

RETIRO IP SEMEAR 2023
Artigo anteriorO PODER DO ESPÍRITO SANTO
Próximo artigoTrabalhadores e Guerreiros, Firmes no Senhor
Pastor Eli Vieira é casado com Maria Goretti e pai de Eli Neto. Responsável pelo site Agreste Presbiteriano, Bacharel em Teologia, Pós-Graduado em Missiologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, Recife-PE e cursando Psicologia na UNINASSAU. Exerce o seu ministério pastoral na Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano 1997 ajudando as pessoas a encontrarem esperança e salvação por meio de Jesus Cristo. Desde a sua infância serve ao Senhor, sendo educado por seus pais aos pés do Senhor Jesus que me libertou e salvou para sua honra e glória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here