Goleiro do Real Madrid estuda Bíblia com o time: “O objetivo é que se aproximem de Deus”

0
56

Keylor Navas se reúne semanalmente com outros atletas para realizarem estudos bíblicos.

Keylor Navas carrega o 13ª o título da Liga dos Campeões pelo Real Madrid. (Foto: Reprodução)
Keylor Navas carrega o 13ª o título da Liga dos Campeões pelo Real Madrid. (Foto: Reprodução)

Depois de quatro temporadas no Real Madrid, o goleiro costa-riquenho Keylor Navas carrega o 13ª o título da Liga dos Campeões junto com o clube. Por outro lado, ele acredita que existem princípios muito mais valiosos do que sua carreira no futebol.

“O futebol é uma bênção de Deus, mas não tem que ser a coisa mais importante da minha vida. Desde que aceitei Cristo em meu coração, meu principal objetivo é alcançar a vida eterna e estar com Ele”, declarou o atleta em entrevista ao jornal espanhol ABC.

Navas avalia que “Deus tem um propósito para cada pessoa” e que sua permanência no time espanhol faz parte de Seus planos.

“Lembro do dia da minha apresentação no Real Madrid quando passei na frente de todos os campeões. Nesse momento, pedi a Deus que me desse a oportunidade de escrever minha história neste clube. As coisas não acontecem por acaso”, afirma.
Nos bastidores, Navas tem escrito sua história de uma maneira única. O goleiro formou um grupo de estudo bíblico chamado “Theos Place”, que começou na Costa Rica e hoje está dentro do Real Madrid.

Os participantes se reúnem às quintas-feiras, às 20h30 e fazem estudos bíblicos às segundas, terças e sextas-feiras em pequenos grupos, formados por 8 a 10 pessoas. “Seu objetivo é que todas as pessoas possam ter um relacionamento com Deus, se aproximar Dele, ler e entender a Bíblia, e orar”, diz Navas.

O atleta deixa claro que a fé é o ponto central de sua vida. “Cristo me dá sabedoria, uma mente calma e um coração forte para em momentos difíceis lutar, e em momentos de bênção e felicidade não ficar louco, manter os pés no chão e ser humilde. Também me ajuda a pensar cuidadosamente sobre todas as decisões da minha vida para saber se vai edificar mais ou menos. Isso me lembra que há muitas crianças que me seguem e eu quero dar a elas um exemplo”.

Quando deixar o futebol, Navas afirma que gostaria de ser lembrado como um bom goleiro e esportista, mas também “como uma pessoa que tinha bons princípios, que acreditava em Deus e era um exemplo dentro e fora do campo”.

“Eu gostaria que eles percebessem que um costa-riquenho lutou contra tudo e todos, com fé e vontade, e seguiu em frente. Desde que cheguei no Real Madrid, minha mentalidade era escrever minha própria história, não apagar a história de ninguém. E assim estou”, acrescenta.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE ABC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here