Cristãos são detidos e igrejas queimadas na Etiópia

0
669

Os radicais têm costume de incendiar tudo o que possa pertencer aos cristãos, como já fizeram em ataques anteriores

Os ataques aconteceram durante um evangelismo no distrito de Mehal Amba

Os radicais têm costume de incendiar tudo o que possa pertencer aos cristãos, como já fizeram em ataques anteriores No dia 3 de março, alguns muçulmanos radicais atacaram um grupo de cristãos de diversas regiões da Etiópia, que participavam de um evangelismo no distrito de Mehal Amba. Os sete homens correram até a delegacia em busca de proteção e as autoridades concordaram em abrigá-los até passar a fúria da multidão. Mas o líder islâmico local pressionou os policiais para os manterem presos, sob a acusação de que planejavam incendiar a mesquita da cidade. Os cristãos ainda continuam detidos pelas autoridades.

Na mesma noite, outros radicais foram diretamente da mesquita até a igreja Weleni Full Gospel, única comunidade cristã da cidade. Os muçulmanos carregavam combustível, paus e pedras, enquanto proclamavam “Allah Akbar” (Alá é grande, em árabe). Eles colocaram fogo nos prédios novo e antigo da igreja. Três casas de cristãos também foram demolidas e outras posses vandalizadas. No total, 23 pessoas e sete crianças fugiram para o distrito de Chulule. Eles encontraram abrigo na igreja Full Gospel da outra cidade.

A Constituição etíope garante a liberdade religiosa. Não há uma lei que proíba as pessoas de compartilharem a fé, por isso os líderes cristãos regionais pediram para que os governantes locais intervenham no assunto e garantam que os cristãos sejam libertos. Porém, ainda não houve uma resposta oficial sobre o ocorrido. A Etiópia está em 39º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2020, com 63 pontos. Um dos responsáveis por colocar a nação no ranking elaborado pela Portas Abertas é a opressão islâmica.Pedidos de oração

  • Interceda para que os sete cristãos sejam testemunhas enquanto estão detidos, peça também que a libertação deles ocorra logo, para que se juntem novamente às famílias e igrejas.
  • Ore para que as autoridades tenham sabedoria e estratégias para combater o extremismo na Etiópia, e possam tratar a população de maneira igualitária.
  • Clame para que os perseguidores encontrem a Cristo, e passem a trabalhar para propagar o nome de Jesus.

Fonte: Portas Abertas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here