Igrejas na Ucrânia cultuam no escuro após Rússia bombardear rede elétrica

0
176

Escombros após ataque na Ucrânia. (Foto: SGA).

Os cristãos se reúnem em porões e abrigos antibombas para adorar a Deus e ouvir a Palavra

Igrejas na Ucrânia estão realizando cultos no escuro após as forças da Rússia bombardearem as redes elétricas do país, durante os últimos ataques.

De acordo com o Mission Network News, mesmo sem energia elétrica e comunicação, muitas congregações se reúnem em porões e abrigos antibombas para adorar a Deus e ouvir a Palavra.

“Eles estão lidando com apagões. As pessoas estão sofrendo no calor muitas noites sem energia, em meio ao medo e a ansiedade que vem junto com isso”, contou Eric Mock, da Slavic Gospel Association (SGA), uma organização missionária que atua na Ucrânia, Rússia, Bielorrússia e Cazaquistão.

Em meio a guerra, a SGA está enviando geradores e conjuntos de energia solar para ajudar as igrejas ucranianas.

“Todos esses diferentes sistemas permitem uma quantidade modesta de iluminação para que as pessoas possam se reunir e ler suas Bíblias”, observou Erik, em entrevista a Mission Network News.

E explicou: “Vivemos em uma época em que você pode realmente ter luz usando seus celulares. Na verdade, eles pegavam garrafas de água e apoiavam seus telefones na luz para espalhar a luz por toda a sala, e eles estavam recarregando seus telefones celulares usando esses conjuntos de energia”.

“Há maneiras muito criativas de fornecer recursos para maximizar a apresentação do Evangelho”, comentou o líder.

Fortalecimento através da Palavra 

Segundo Erik Mock, os cristãos ucranianos estão buscando se fortalecer através da Bíblia, enquanto suportam as dificuldades da guerra.

“Ouvimos eles dizerem que, enquanto o céu é azul e você pode ouvir os pássaros cantando, agora é a hora de beber profundamente da Palavra de Deus para avançar o Evangelho. E quando há estações em que o céu está chuvoso, nublado e escuro, então você está finalmente preparado porque estava enraizado e fundamentado na Palavra de Deus”, disse.

Na manhã desta segunda-feira (8), a Rússia lançou um ataque aéreo contra a Ucrânia – um dos maiores até agora. Ao menos 36 pessoas morreram e outras 140 ficaram feridas em diferentes regiões.

O ataque com mísseis atingiu a capital Kiev e as cidades de Dnipro, Kryvyi Rih, Sloviansk e Kramatorsk. 

Embora a maior parte dos mísseis tenham sido interceptados pelas forças ucranianas, o restante atingiu prédios residenciais e comerciais. 

Um míssil atingiu um hospital infantil em Kiev, o maior especializado em atendimento pediátrico no país, matando duas pessoas e ferindo dez.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DE MISSION NETWORK E GAZETA DO POVO

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here