PHILIPPE SHEEDER LANDES – O MISSIONÁRIO PLANTADOR DE IGREJAS E EDUCADOR TEOLÓGICO

0
401

Duas coisas foram marcantes neste grande homem de Deus – Philippe Landes: plantação de igrejas e ensino teológico. Teologia e missiologia eram mescladas em seu coração e em sua alma.

Filho de missionários americanos, nasceu na cidade de Botucatu, no Brasil. Ao lado de seus pais viveu sua infância na cidade de Curitiba, o novo campo da missão. Sua formação foi em São Paulo, na Escola Americana e depois no Mackenzie College. Seguiu depois para os Estados Unidos para dar sequência a seus estudos no Wooster College e finalmente no Seminário Presbiteriano de Princeton, uma instituição que exportou, naquela época, milhares de missionários para o mundo.

Após ter intercalado seu pastorado entre Estados Unidos e Brasil, a partir de 1912 se fixou de vez no Brasil e em 1917, no Estado de Mato Grosso, onde viveu a maior parte de sua vida e ministério. Em Cuiabá o trabalho presbiteriano havia sido iniciado pelo missionário Rev Franklin Floyd Graham. Cuiabá naquela época era uma cidade habitada por fugitivos da justiça, garimpeiros e indígenas. Rev Philippe Landes enfrentou esse difícil ambiente, mas como era um homem de grande paixão pelas almas perdidas, ali permaneceu firme à disposição do Senhor. Fez de Cuiabá sua base de atividades missionárias. Dali partia para outras partes do Estado, para regiões como Brotas (Acorizal), Campo Grande, Rosário do Oeste, Cáceres, Guia, Poconé e outros locais.

Em 1930 atingiu as regiões de Aquidauana, Dourados e Campo Grande. Já em 1917 fundou a Escola Americana de Cuiabá, sendo ele próprio e sua irmã Maud Landes diretores da mesma. Partindo de Cuiabá, fazia trabalhos de evangelização pelo interior do estado, vendendo Bíblias, promovendo cuidado pastoral e cuidando da saúde do povo que vivia sob os ataques da malária e de outras doenças.

Ele havia feito dois anos de medicina e usou seu conhecimento para tal necessidade. A congregação de Cuiabá se organizou em igreja em 12 de outubro de 1920. Em 1922, a Missão adquiriu uma fazenda em Chapada dos Guimarães, cerca de 60 km de Cuiabá e, posteriormente, por volta de 1924, a família Landes se deslocou para lá, temporariamente, enquanto seus diretores estavam de férias, a fim de cuidar da Escola de Agronomia conhecida como Colégio de Buriti.

Retornando para Cuiabá, fundou o jornal Penna Evangélica, com objetivo social e evangelístico. Pretendia, com esse jornal, combater males sociais como jogatina, bebedeira, e touradas, além de anunciar o evangelho nos moldes reformados. De 1932 a 1934, tornou-se um missionário itinerante por vários Estados do Brasil: Mato Grosso, Goiás, Santa Catarina, entre outros.

A partir de 1934 foi para Campo Grande e organizou ali a Igreja Presbiteriana, permanecendo até 1940. Retornou a seguir para Chapada dos Guimarães para trabalhar junto ao colégio de Buriti. Fundou, em Buriti, no ano de 1950, a Sociedade Amigos de Buriti, a fim de apoiar a educação naquela região.

De 1950 a 1953 a Missão o deslocou para ser professor do Seminário Presbiteriano em Campinas, SP, onde foi professor, Reitor e Deão. Após 1953, já quase se aposentando, aceitou o desafio de ir para Jandira, SP, para servir no Colégio Presbiteriano José Manoel da Conceição, que tinha objetivos de preparação pré-universitária da juventude.

Faleceu em Jandira, em 1966, com 83 anos de idade. Durante seu ministério escreveu muitos artigos apologéticos e doutrinários. Foi um grande defensor da concepção reformada acerca do batismo, havendo escrito dois importantes livros sobre o assunto: Estudos Bíblicos sobre o Batismo (1938) e Estudos Bíblicos sobre o Batismo de Crianças (1947).

Publicou também, em inglês, uma valiosa biografia de Simonton: Ashbel Green Simonton: model Pioneer missionary of the Presbyterian Church of Brazil (1956). Em 1970, seu nome foi dado ao Instituto Bíblico da Missão Evangélica Caiuá, em Dourados (MS). Temos, como Igreja Presbiteriana do Brasil, uma grande dívida com esse irmão que tanto nos abençoou com seu legado de vida e trabalho.

Rev. José João de Paula

Fonte: APMT

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here