Biólogo molecular encontra Jesus através de pesquisas: “Neguei por muito tempo”

0
605

Pieter Borger em entrevista ao Cafe Weltschmerz. (Foto: Reprodução/YouTube/Cafe Weltschmerz)

O biólogo Pieter Borger acreditava na teoria da evolução, através de estudos, foi de ateu a cristão.

Pieter Borger, um biólogo molecular, convenceu-se de que os organismos não foram criados pela evolução, mas por Deus. À medida que ele estudou mais a fundo sobre a vida biológica, especialmente sobre moléculas e genes, sua visão de que existe um Criador foi fortalecida.

biólogo ateu passou a investigar mais sobre genes e células, e testemunhou sobre o longo caminho para sua conversão. Como um cientista incrédulo, ele assumiu que deve ter havido seleção natural para tornar a evolução possível. 

“Mas a pesquisa mostrou que quando eliminamos os genes, nem todos tinham um fenótipo, então nem todos os genes tinham uma função física”, explica ele. 

Segundo o site Revive, com base nessa descoberta na década de 1990, Pieter começou a pensar sobre a existência de Deus.

“Eu vim para Jesus”, disse o biólogo em uma entrevista ao programa holandês Cafe Weltschmerz.

“Os genes formam um sistema holístico. Eles trabalham juntos como uma rede”, acrescentou. 

Pieter comparou o funcionamento dos genes a um sistema de internet e informou:

“É semelhante ao sistema de internet. Se você remover um roteador, a rede ainda funcionará. Você pode desativar vários roteadores, mas a rede ainda funcionará. Então você pode se perguntar: ‘Como a seleção natural sabe quais genes podem ser desativados e como um organismo deve se desenvolver ainda mais?’”.

Por meio de pesquisas posteriores, ele descobriu que o desenvolvimento e o surgimento de espécies não poderiam ocorrer por meio da seleção ou do que é estabelecido nos próprios genes. 

Da evolução à criação de Deus

“Demorei muito para descobrir que tinha que haver uma inteligência por trás disso”, confessou o biólogo. 

De acordo com o Revive, a teoria do Design Inteligente assume que não pode ser uma “coincidência” como o mundo e tudo o que vive veio a existir. 

Pieter explicou ainda mais sobre os desenvolvimentos da ciência que tornam cada vez mais difícil excluir a criação de Deus.

“Desde 1953 sabemos que além da matéria e da energia, também existe a informação. Ela é produzida por uma inteligência. Então você já se aproxima muito de Deus, um Criador inteligente”, declarou ele.

Pieter compartilhou que sua esposa conhecia Jesus, enquanto ele estudou outras religiões e até mesmo a Bíblia, mas não havia tido o esclarecimento da verdade.

“Eu neguei isso por muito tempo. Minha esposa estava familiarizada com o cristianismo e Jesus. Estudei a fé cristã, estudei outras religiões e estudei a Bíblia. Isso não é apenas algo que você faz, mas também é algo espiritual. Eu pedi a Deus: ‘Se você existe, me dê provas’. Posteriormente, experimentei isso várias vezes”, relembrou ele. 

O ex-ateu explicou que normalmente teria descartado a ideia como coincidência. 

“Muitas coisas nós humanos atribuímos ao acaso. Mas se você não acredita mais em coincidências, para mim isso racionalmente desapareceu. Foi assim que cheguei a Jesus. Eu realmente vim para Ele”, concluiu Pieter.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO REVIVE

RETIRO IP SEMEAR 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here